Churrasco do Gaúcho

Nos fins de semana, muitos porto-alegrenses vão para o Parque Maurício Sirotsky Sobrinho (Parque Harmonia) utilizando as inúmeras churrasqueiras existentes no local, onde assam uma suculenta carne, à sombra das frondosas árvores ali existentes.

ChurrascoE no mês de setembro o parque se transforma em um enorme acampamento crioulo, onde estão presentes todos os piquetes e centros de tradição do estado. O cheirinho gostoso do churrasco é sentido por todos os cantos, enquanto que as sanfonas alegram fandangos onde gaúchos e prendas dançam a música tipicamente gaúcha, e os visitantes apreciam as danças e os pratos típicos do RS.
Fonte: POA SITE

O gostoso churrasco normalmente vem acompanhado por salada de batata com maionese, farofa, pão e muitas vezes uma bebida alcoólica, oferecendo riscos cardiovasculares se consumido com freqüência. O médico cardiologista José Rubens Rodrigues da Silva Júnior explica que o que torna o churrasco com uma ameaça à saúde é a quantidade de gordura contida nele. “É justamente a gordura que aumenta os níveis de colesterol no organismo.

Existem três tipos de gordura que contribuem para que isto aconteça: a saturada, a polisaturada e a insaturada. A principal fonte de colesterol nos alimentos é a gordura saturada, também presente nos animais e considerada a pior de todas”, contou José Rubens. Além da carne em si, o modo como ela é preparada também pode influenciar nos níveis de colesterol de quem a ingere. O especialista explicou que a gordura, depois de ingerida, passa por alguns processos de metabolização dentro do organismo, a chamada oxidação. É nessa oxidação que o modo de preparo pode influenciar, principalmente devido à quantidade de calor. “Nesse ponto o churrasco é considerado um dos piores meios de preparo. Com o calor muito alto, é como se a carne fosse “selada”, e a gordura fica toda lá dentro, não escorre. Além disso, com a grande quantidade de calor, o processo de oxidação que deveria ser realizado dentro do organismo, já é iniciado antes da carne ser consumida”, explicou José Rubens.

No que diz respeito aos modos de preparo das carnes, o churrasco só é menos reprovável que as frituras. O cardiologista disse que com a utilização de algum tipo de óleo no preparo dos alimentos, além da gordura já existente na carne que está sendo preparada, ela poderá incorporar grande parte desse material, aumentando ainda mais o risco do colesterol.

O cardiologista chamou a atenção para os miúdos, como o tradicional “coraçãozinho” de frango normalmente utilizado para carne de churrasco. Segundo ele, esta carne é a campeã em quantidade de colesterol. “A taxa diária geral de colesterol indicada é de 200 a 300mg, variando de pessoa para pessoa. Para se ter idéia, 100 gramas de coração de frango tem o equivalente a 2 mil mg de colesterol, isto é dez vezes mais que a quantidade indicada por dia. Quanto mais se puder evitar a ingestão deste alimento, melhor”, recomendou José Rubens.

A carne de porco, se aparentemente magra, é menos prejudicial do que a carne bovina. “Um lombo de porco, não contendo aquela gordura visível, é mais saudável que uma picanha por exemplo. Hoje existem ainda porcos desenvolvidos com baixo teor de gordura, o que é ainda melhor”, disse o cardiologista.

Então, o que fazer para diminuir a gordura?

O cardiologista José Rubens Rodrigues da Silva Júnior explica que, para se manter sadia, a pessoa não precisa abrir mão do prazer do churrasco. O necessário, segundo ele, é saber dosar as quantidades. “A pessoa tem que saber equilibrar a alimentação no dia-a-dia. O churrasco uma vez por semana, por exemplo, não tem problema algum. Já tive paciente que tinha o hábito de comer churrasco três vezes por semana. É um exagero”, disse. O médico sugere a escolha de carnes mais magras, como a alcatra. Ele diz também que, no caso do frango, é melhor retirar a pele antes de colocá-lo para assar. A lingüiça de porco deve ser substituída, mesmo que de vez em quando, pelas de frango. A gordura aparente em qualquer tipo de carne deve ser retirada. Outra dica é furar bem a lingüiça antes de assar, para ajudar na retirada da gordura, que seria ingerida.
Fonte: www2.uol.com.br/debate

Eu acrescento ainda que coma sempre a carne de churrasco acompanhada com farinha de mandioca junto com linhaça triturada, saladas verdes como entrada e beba bastante água durante o dia.

No Comments Yet
  1. Queria te parabenizar pelo site, sou aluna de nutrição e sempre que posso passo aqui para tirar algumas dúvidas e aprender mais…
    Já que vc trabalha com escola infantil, estou começando um trabalho voluntário em uma escola rural(alimentação, reaproveitamento e inclusão de soja na dieta), quando vc puder, gostaria de ver algumas matérias sobre o assunto!

    Beijos
    Lu – Natal /RN

  2. Que legal encontrar informações úteis e de um jeito gostoso! Parabéns!
    sou também da área da saúde, sou psicoterapeuta.
    Trabalho como voluntária ha 14 anos no ambulatório de hemofilia no Hc, Sao Paulo.
    um abraço

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>