Cansaço Mental: Você Está Esgotada?

Com a correria do dia-a-dia, tendo que dar conta de tantas coisas, do relatório de trabalho à reunião na escola das crianças, passando pela academia, supermercado e tudo o mais, é fácil chegar ao final do dia completamente esgotada, estafada, acabada. Mas, não é só o corpo que fica cansado, porque o cérebro também se cansa e precisa de descanso, descanso esse que não pode, nem deve, ser ignorado sob pena de acabar tendo problemas sérios.

É comum, atualmente, passar o dia inteiro na frente da tela do computador, até porque quase todo mundo trabalha “conectado”, o que exige, mais e mais, rapidez, atenção, criatividade e capacidade de adaptação, o que pode causar um esgotamento mental nada agradável, até porque é bem comum que se trabalhe horas seguidas, exigindo do cérebro muita energia e muita concentração.

Como precisa de muita energia pra se manter “ligado”, funcionando, o  cérebro, às vezes, acaba demandando mais “química” do que o organismo dispõe, porque essa química, composta por alguns neurotransmissores e hormônios, tende a, em algum momento, se esgotar.

Cansaço-fadiga-400x300

São muitos os estudos que analisam a queda da chamada “química cerebral” nos períodos mais estressantes, de maior esforço mental e estafa, o que causa, em um primeiro momento, sintomas como dificuldade de concentração, alterações relacionadas ao sono, dificuldade de memória, lentidão mental e falta de atenção, dentre outras coisas.

Mas, o principal sintoma é um cansaço que parece não ter fim. E esse cansaço pode ser tão grande que reflete no físico, em forma de dores de cabeça, dores nos olhos, dores nas costas, gastrites e outros problemas gastrointestinais.

Apesar de ser um problema grave, mais grave que o cansaço físico, é dada pouca atenção a esse problema, que causa problemas físicos, mentais e, também, emocionais, e que tende a se agravar com o passar do tempo, sobretudo se não cuidado corretamente. Os primeiros sintomas são, via de regra, ignorados, desencadeando reações como a baixa da imunidade, as úlceras e gastrites nervosas, as alergias e até a queda dos fios, dentre outras coisas.

Muita gente questiona como pode a química cerebral afetar o sistema imunológico, e a razão é simples, pois eles estão interligados, e o que afeta um, afeta o outro, facilitando, assim, o surgimento de doenças e quadros infecciosos por vezes graves. Há quem sustente que esse cansaço mental pode levar a condições mais graves, como a hipertensão e as doenças autoimunes.

Associado aos problemas físicos, vêm os problemas emocionais, pois o cansaço afeta as relações pessoais de forma ampla, já que, cansada, a pessoa tende a ficar mais nervosa, irritada, agoniada, impaciente e a sofrer alterações de humor. Aos poucos, se esse cansaço não for tratado, a pessoa pode desenvolver problemas como depressão.

Assim, o correto é que sejam dadas pausas ao longo do dia, sobretudo quando em trabalhos que exijam muito do cérebro, para que ele possa descansar. No mais, quando notar qualquer alteração mental, quando notar um cansaço maior, que parece não ter fim, procure um médico pra ser corretamente orientada.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>