Está Insatisfeito? Saia da Zona de Conforto!

É cada vez mais comum que as pessoas andem insatisfeitas com suas vidas, tanto no âmbito pessoal quanto no profissional e por aí vai. O interessante é que, mesmo insatisfeitas, elas não tomam nenhuma atitude para mudar, para gerar uma mudança e quebrar o padrão de insatisfação.

O motivo disso é o chamado medo do novo. Sim, o novo, o desconhecido causa medo, assusta, porque difere do que já se está acostumado, que mesmo sendo ruim, é conhecido, é controlável.

Não, ninguém quer sair da zona de conforto, e esse é o grande problema, porque por mais clichê que seja, a vida só muda se você tomar uma atitude e mudar primeiro. Caso contrário, tudo permanece da mesma forma por anos a fio.

Mas o que é zona de conforto?

410869-Insatisfação-com-o-salário-o-que-fazer02

A zona de conforto pode ser caracterizada como a repetição de um determinado padrão de ações, de comportamentos, de atitudes e de pensamentos que a pessoa tem e  nos quais está acostumada, o que gera uma sensação de “conforto”, já que repetindo as mesmas coisas não há riscos, medos ou ansiedades, o que significa que a pessoa não se sente ameaçada. Zona de conforto é, pois, aquela zona em que a pessoa se sente segura, pois tem o controle de tudo, já que esse “tudo” é conhecido.

Apesar de gerar uma sensação de segurança que, a priori, é benéfica, quem permanece na zona de conforto não evolui, porque não se arrisca, e quem não se arrisca não buscar e nem se abre para novas oportunidades, o que é extremamente limitante, já que a vida, dia após dia, nos impõe novas situações, novos desafios e novos caminhos diante dos quais não se pode ficar paralisado.

Sim, as mudanças geram inseguranças, medos, ansiedades e tudo o que não é nem um pouco desejado e confortável, mas só se vive plenamente dessa forma, não tem outro jeito.

Assim, se a insatisfação tomou conta, seja no trabalho, no relacionamento ou no que quer que seja, tome uma atitude, mude de postura, aja! Mesmo que ocorram perdas, e sempre ocorrem, porque cada escolha é uma renúncia, há crescimento e aprendizado, e isso não tem preço. Além disso, a insatisfação é um fardo muito pesado para se carregar nas costas, e viver sem ela é, sempre, muito melhor!

É claro que toda mudança deve ser feita aos poucos, sobretudo para quem tem resistência a ela, mas cada passo precisa ser valorizado, por menor que seja, pois isso potencializa a autoconfiança e a pessoa, cada vez mais, tem “força” para agir de forma diferente, de forma nova, saindo da zona de conforto. Abandonar a zona de conforto tem tudo a ver com autoconfiança e segurança, coisa que pouca gente tem, e por isso é tão difícil “dar o salto”. Difícil, mas necessário, já que quem não faz isso tende a passar o resto da vida frustrado, insatisfeito e estagnado, reclamando sempre das mesmas coisas e, é claro,  sem forças para mudar.

É isso o que você quer? Não? Então mude, mas mude agora, e sem desculpas!

1 Comment
  1. adorei essa materia estava pesquisando sobre cosmetico quando m deparei c/ essa materia ,como sou mto curiosa resolvi abrir p/ parecia q estava contando a minha vida e eu achei essa materia bem no momento q estava injuriada c/ mha vida q nunca muda qdo pensa q vai mudar volta tudo estaca zero, de imediato achei q era mto coincidencia,mas em seguida tive certeza qfoi por deus eu nao sei quem e autora dessa texto mas obrigada m ajudou mto

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>