Mulher grávida pode descolorir os cabelos?

Grávida pode descolorir os cabelos?

Grávida pode descolorir os cabelos?
Mulher grávida pode descolorir os cabelos?

Em fase de gestação, as mulheres ficam em dúvida se elas podem mudar o visual radicalmente ou apenas retocar as madeixas, devido aos procedimentos químicos que são inclusos na possibilidade de mudança. Mas, fica a questão: mulher grávida pode descolorir os cabelos? Os médicos especializados na área não permitem que seja aplicada qualquer química nos fios, por conta dos danos que isso pode causar para gestante e para o feto que está se desenvolvendo. Então, evite levar uma bronca do seu médico e saiba os motivos pelo qual não se recomenda a realização da descoloração nos cabelos das mulheres grávidas:

Grávida não pode descolorir os cabelos

De acordo com os profissionais, as substâncias químicas contidas na água oxigenada e no pó descolorante podem causar algum tipo de alergia no organismo feminino. Há quem conheça a origem da alergia, enquanto há casos em que a mesma é desconhecida. Contudo, quando estão grávidas, as mulheres sofrem constantes mudanças para suportar o desenvolvimento do feto e consequentemente do tamanho da barriga. Então, além de alterações hormonais, problemas de visão e mal estar, a alergia também surge, tudo de forma temporária. Devido aos sintomas desconhecidos, a reação dos produtos nos cabelos pode provocar a mãe ou o desenvolvimento do feto.

Ocorre que o que é colocado perto do couro cabeludo é absorvido para dentro do organismo. Desta forma, a absorção da água oxigenada e do pó descolorante pode prejudicar a saúde da mulher, causar aborto ou fazer a criança nascer com má formação. Por causa das reações desconhecidas é que os médicos não recomendam que a mulher gestante faça descoloração nos seus cabelos. Também há a possibilidade de uma possível intoxicação através do meio respiratório. Como a imunidade fica mais baixa durante a gravidez, o fato de inalar, sem querer, as substâncias químicas, pode causar os mesmos problemas da alergia.

Alternativas para clarear os cabelos nas mulheres grávidas

Há formas alternativas de clareamento, que os médicos permitem a realização, desde que a prática não seja realizada desde as raízes, pelos motivos citados acima. A solução em questão é a descoloração sem amônia, que não possui os mesmos efeitos químicos, apesar de obter a descoloração desejada. Os produtos sem amônia precisam ser manuseados por um profissional do salão de beleza mesmo, tanto para não ter um resultado desastroso nos cabelos quanto para proteger a saúde da mulher grávida. Com os produtos, podem-se realizar técnicas de clareamento que mantém intactas as raízes. Também valem luzes na touca e shampoos tonalizantes.

O maior risco de problemas para a saúde da mulher e do bebê, na verdade, acontece do primeiro ao quinto mês de gestação, devido à facilidade de acontecer um aborto e também porque o feto ainda não se desenvolveu bem até então. Depois deste período, os médicos já liberam a realização da descoloração nos fios, até mesmo com produtos que possuem amônia, desde que os mesmos não atinjam diretamente as raízes dos cabelos. Mas, por motivos de segurança, há quem prefira realizar os procedimentos químicos apenas após o parto da criança. Para garantir, é melhor usar de vez os produtos sem amônia.

O que não se pode fazer é descolorir os cabelos logo após o parto, assim como não se deve comer tudo o que quiser de comida. É que durante um período de tempo o bebê sobrevive da amamentação. Então, qualquer coisa fora do normal o organismo feminino, a mãe da criança pode acabar ofertando leite materno ou acabar não conseguindo amamentar o filho. Depois de um tempo mais crucial, a mulher pode retomar as suas atividades normais sem medo. Todas as recomendações sobre a descoloração também são válidas para outras químicas, como, por exemplo, a tintura permanente e a escova progressiva.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>