Como Manter a Família Unida?

As relações familiares são determinantes na formação do indivíduo e, segundo estudos, interferem inclusive na saúde física e na saúde mental das pessoas.

A idade não importa, pois os idosos, por exemplo, conseguem se recuperar mais rápido de doenças, sustentam estudos, quanto estão acompanhados de membros da famílias. Ou seja, as relações familiares interferem na vida da pessoa desde o nascimento até o fim dos seus dias.

Contudo, apesar de altamente benéfico, o vínculo afetivo não é lá muito fácil de ser mantido, seja porque os membros dessas famílias não morem tão perto, seja porque não exista afinidade, seja porque falta tempo para se dedicar a criar laços mais forte de intimidade ou coisas do tipo.

happy family

O essencial para manter a família unida, dentre muitas coisas, é cultivar o afeto e respeitar os limites e características de cada um.

O afeto nem sempre é percebido ao primeiro olhar, já que ser manifestado de inúmeras maneiras, pois cada pessoa tem um jeito próprio de manifestá-lo. Assim, mesmo que não seja muito do seu perfil exprimir afeto, carinho e cuidado, é preciso que isso seja feito pra que as pessoas percebam o quanto você as ama e se importa com elas. O afeto e o carinho aproximam as pessoas e intensificam as relações. Invista nele!

Além de investir no afeto, é preciso partir do pressuposto básico de que as pessoas são diferentes e isso que precisa ser respeitado. Aceitar e lidar com as diferenças é uma das coisas mais difíceis em qualquer relação, mas se você não respeita a personalidade e a forma de vivenciar as experiências de cada membro de sua família, é impossível que a convivência seja harmoniosa e, mais que isso, verdadeira.

Convivência harmoniosa remete ao diálogo, sem o qual não existe vínculo verdadeiro. Muitas vivem sob o mesmo teto, sem brigas, mas não mantém relações profundas, íntimas e verdadeiras simplesmente porque não há dialogo, porque ninguém pode exprimir sua opinião e compartilhar as suas vivências. Então, abrir espaço para o diálogo é essencial para que a família fique unida, para que as pessoas se entendam.

Uma coisa muito importante é não deixar que o estresse do dia-a-dia, que as preocupações e tensões do trabalho reflitam e, sobretudo, interfiram nos membros da família. Então, mesmo que você esteja com problemas, separe um tempo para ficar com a sua família e mostre para cada um deles o quanto eles são importantes.

Mesmo que tenha uma rotina apertada e que sobre pouco tempo, separe um tempo para cada pessoa, pra saber como ela está, se precisa de algo, se está passando por algum problema ou algo do tipo, porque não há como criar laços fortes se você, efetivamente, não participa da vida do outro.

Caso não consiga separar muito bem as coisas e perceba que, em algum momento, errou, reconheça o seu erro e peça desculpas. Pais não são super heróis, são pessoas normais, que cometem erros as vezes. Portanto, é muito melhor, é muito mais digno e ético, reconhecer os próprios erros e se comprometer a mudar do que se colocar em um pedestal inatingível e não aceitar contestações.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>