Sinais que mostram irregularidades no nosso útero

O corpo humano é extremamente complexo, seja homem ou mulher, temos uma máquina muito completa e cheia de mistérios. Para tanto, devemos cuidar muito bem dela e para isso podemos contar com a ajuda de especialistas. No caso das mulheres, o ginecologista, deve ser consultado regularmente, independente de qualquer anormalidade.

Em geral, a grande maioria das mulheres tem a preocupação sobre sua fertilidade. Sendo assim, o ideal é cuidar de seu corpo desde o início da puberdade.

Nosso organismo envia sinais para nos alertar de qualquer problema que possa a vir acontecer com nosso útero, não é diferente.
Por vezes, algumas mulheres tem com certa freqüência a irregularidade no seu ciclo menstrual. Isso pode ser um sinal de que algo não está bem com seu útero, seja pela ausência da menstruação ou pelo excesso que podemos nomear de hemorragia. Nesse caso, devemos urgentemente consultar um ginecologista para ver o que passa.

Algo muito comum de ouvirmos é algumas mulheres se queixarem de dor no ato sexual. É muito importante consultar um médico também, pois essa dor deve ser analisada de onde realmente vem. Pode ser que seja do útero essa dor e um tratamento será necessário.

Ficar inchada no período pré-menstrual é considerado normal, mas após isso deve ser observado.

Como cada organismo é único, para algumas mulheres, as cólicas são normais, mas para outras, elas se quer aparecem, porém atente-se, pois caso sua cólica seja tão forte a ponto de causar ânsia de vômito é necessário procurar ajuda médica.

Sabemos que secreção vaginal tem certo odor, mas não pode ser forte. Isso também pode ser um indício de problemas com o útero.

Um caso onde os médicos são procurados com maior freqüência é no momento em que as mulheres tentam engravidar e não conseguem. Aí, o medo da infertilidade faz com que elas consultem um médico mais rapidamente. Isso pode ser um problema de endometriose. A endometriose é quando o sangue, ao invés de ser eliminado na menstruação, gruda na parede do útero fazendo com que ele atrofie causando dor e dificuldade para engravidar. Nesse caso, é necessário tratamento clínico ou cirúrgico, dependendo da gravidade de cada um.

Sendo assim, o ideal é sempre se cuidar, antes mesmo que qualquer sintoma apareça, pois fazendo uma prevenção, tudo fica mais fácil e a probabilidade de qualquer inconveniente pode ser constatada com maior agilidade e tratada de maneira adequada para que, o quanto antes, seu útero fique saudável.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>