Estresse: como se livrar deste mal

O estresse é um grande problema emocional e físico que está presente cada dia mais na vida das pessoas. Segundo pesquisas, sete entre dez brasileiros sofrem com este tipo de distúrbio.

O conceito da palavra “stress” origina-se da língua inglesa e significa “conjunto das reações orgânicas e psíquicas de um indivíduo, provocadas por um agente agressor em relação a situações emocionais, físicas ou sensoriais”.

Este “mal do século” pode acontecer com uma pessoa em qualquer fase da vida.

É importante destacar que o estresse não é uma doença. No entanto em alguns indivíduos estas reações fisiológicas e emocionais são tão intensas que podem gerar um desequilíbrio no organismo.

 

Atualmente existem diversos estudos, pesquisas, reportagens e livros que auxiliam as pessoas, a combater os primeiros sinais do estresse. Veja a seguir alguns deles: dores de cabeça frequentes, indigestão, dores musculares frequentes, taquicardia, insônia ou sono agitado, apatia, memória fraca, tiques nervosos, isolamento e introspecção, sentimentos de perseguição, dentre outros.

No entanto, é necessário destacar que estes sintomas podem aparecer em uma pessoa por questões diversas. Por este motivo a consulta médica é essencial para diagnosticar este tipo de síndrome.

Estresse
Estresse: como se livrar deste mal

Dentre as principais causas do estresse, podemos citar as situações angustiantes que vivemos em uma sociedade moderna, tais como: trânsito, carga excessiva de atividades, a alimentação incorreta, os sons barulhentos que colocam as pessoas em estado de alerta o tempo todo, os problemas financeiros, as doenças, etc.

Algumas pessoas possuem maior resistência psicológica quando enfrentam algum tipo de problema. Mas, existem pessoas que são mais sensíveis quando sofrem estas situações estressantes.

Caso você apresente alguns dos sintomas anteriormente mencionados, ou conhece alguém que sofre com este tipo de síndrome, veja a seguir algumas dicas simples para deixar o seu dia mais tranquilo:

1 – Durma bem e o suficiente: isso mesmo, dormir é bom e muito importante. Um sono adequado alimenta o nosso corpo e a nossa mente.

2 – Utilize a técnica chinesa do sorriso interno: quando estiver passando por uma situação estressante lembre de algo que lhe deixe feliz: o cheiro do mar,  o vento nos cabelos, o sorriso de uma criança, uma lembrança agradável e etc.

3 – Mantenha as suas relações sociais: fazer reuniões com as pessoas que agente gosta, é uma atitude imprescindível para dificultar que os efeitos negativos do estresse tornem-se frequentes.

4 –  Faça exercícios de respiração completa: inspire e expire de forma calma e relaxante sentindo o ar sair e entrar no seu organismo.

5 – Relaxe: deixar um tempo para descansar e relaxar na sua rotina diária é muito importante.

Mude algumas atitudes da sua vida e veja os efeitos positivos.

Contudo, se os sintomas não diminuírem com o tempo ou ficarem cada vez mais intensos, procure um médico! Só ele vai conseguir diagnosticar se a você está passando apenas por um período momentâneo de estresse, ou se o seu problema, já se tornou uma doença de estresse pós-traumático.

Os especialistas da área, alertam as pessoas que estão passando por este tipo de situação, a procurar primeiramente um médico clínico geral, um cardiologista ou qualquer médico de confiança.

 

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>