Exercícios em jejum: perigo à saúde

Sabemos que praticar atividade física é muito importante e faz com que nosso corpo e nossa mente se mantenham mais saudáveis, além de contribuir para manter esteticamente belos corpos.

Toda prática de exercício físico deve ser realizada com o auxílio de um profissional da área para evitar problemas com nossa saúde e assim conseguirmos atingir nossos objetivos de forma correta.

Atenção: uma moda vem se propagando ultimamente, sem nenhum embasamento científico, mas infelizmente anda se espalhando rapidamente. Essa modinha de praticar exercícios físicos em jejum para perder mais peso, pode trazer grandes perigos à nossa saúde.

Só como forma de esclarecimento, o jejum é quando o indivíduo fica sem se alimentar por um período de mais de oito horas.

Para que nosso organismo tenha um bom desempenho na hora da prática das atividades físicas, ter ingerido carboidratos nos proporciona maior quantidade de energia para que possamos queimar as calorias. A falta desses carboidratos faz com que nosso corpo tenha que utilizar maior quantidade de gordura como combustível para realizar as atividades.

Exercícios em jejum: perigo à saúde

Assim, seu organismo teria de utilizar a sua massa magra para obter desempenho. Sem carboidratos e praticando exercício físico, comprometemos nossa glicemia, ou seja, o nível de glicose no sangue que nessas condições podem provocar mal estar, tontura e até mesmo uma síncope, caracterizando um quadro de sério risco à nossa saúde.

Essa síncope que nos referimos anteriormente trata-se de um desmaio, da perda súbita e transitória da consciência e, conseqüentemente da postura. Isso acontece devido a redução na irrigação de sangue para o cérebro.

Apesar de muitas pessoas ultimamente estarem relatando sucesso nessa prática de atividade em jejum, isso não é comprovado cientificamente e se contradiz com muitos fatores da bioquímica. Então, cuidado!

Confira uma pequena lista que separamos com as possíveis consequências que o jejum pode te trazer.

Consequências do jejum

– Primeira: perda de massa muscular;

– Segunda: o jejum prolongado e frequente acarreta a diminuição dos níveis de insulina, aumento de glucagon e aumento da resistência à insulina, podendo levar em longo prazo ao aparecimento do diabetes;

– Terceira: o corpo se adapta em estocar gordura e baixa o metabolismo para a sobrevivência;

– Quarta: Diminui a capacidade cognitiva;

– Quinta: Deixa o indivíduo em baixo estado de alerta;

– E, por fim, maior fadiga e menor desempenho físico.

Se você tem intenção em iniciar atividades físicas com o objetivo de redução de peso, não entre nessa onda de praticá-las em jejum. Consulte um profissional da área e siga atentamente suas orientações para poder ter um bom desempenho e o resultado que deseja de maneira saudável.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>