Os Alimentos e a Função Cerebral

Sabemos que o cérebro humano é constituído em grande parte de gordura e que essa gordura consiste predominantemente nos ácidos graxos essenciais.

Por isso a importância de utilizá-los desde a gestação e amamentação, para favorecer o crescimento e desenvolvimento das crianças.

A deficiência de nutrientes pode provocar desordens da química cerebral alterando o estado emocional e comportamental.

Apesar disso, um eficiente sistema de defesa, através dos antioxidantes, diminui a ação dos radicais livres nos ácidos graxos, evitando sua oxidação e melhorando sua atividade biológica.

Função cerebral

Alguns autores têm mencionado que problemas comportamentais em crianças, principalmente com o distúrbio do déficit de atenção e hiperatividade, podem estar relacionados com uma deficiência de ácidos graxos poliinsaturados na alimentação e nas células cerebrais, principalmente a escassez de Ômega-3.

Alimentos ricos em Ômega-3: linho, soja, verduras de folhas verdes, noz, gérmen de trigo, salmão, canola, semente de moranga, sardinha, arenque, truta, caviar, cavala, enguia, anchovas, atum. Devem ser consumidos esses alimentos 2 a 3 vezes por semana na porção de 100g.

Veja no quadro abaixo os nutrientes mais importantes envolvidos no bom funcionamento cerebral:

Nutrientes

Fontes

Tiamina (B1) Gérmen de trigo, ervilha, cereais matinais, batata, pão vitaminado.
Niacina (B3) Peixe, leite, queijo, ervilha, vegetais verdes, ovos, batata.
Piridoxina (B6) Banana, brócolis, peru, peixe, couve-flor, abacate, cereais matinais, agrião.
Cianocobalamina (B12) Cereais matinais, carnes, extrato de levedo, atum, queijo, nozes, farelo de trigo.
Ácido Fólico Vegetais verdes, salsa, espinafre, beterraba, cereais matinais, agrião, brócolis, couve.
Colina Gérmen de trigo, aveia, leite, gema de ovo, presunto, carne de soja, feijão, nozes, suco de laranja.
Inositol Carnes, peixes, broto de feijão, hortaliças, feijão, melado, soja, milho, cereais integrais.
Fosfatidilserina Ovo caipira
Ácido docasahexaenóico-DHA Alimentos ricos em Ômega-3: semente de milho, salmão, noz, canola, verdura de folhas verdes.
Magnésio Vegetais verdes, cereais integrais, camarão, damasco, soja, gérmen de trigo, mel, caqui, lentilha, feijão.
Cromo Frutos do mar, carnes, cereais integrais e grãos, queijo, batata, banana.
Manganês Vegetais verdes, cereais integrais, grão de bico, soja, alho, aveia, banana, agrião, frutas, gema de ovo.
Ferro Carne e caça, sardinha, vegetais verdes, damasco, grãos, ameixa-preta, melado, lentilha, feijão, gema de ovo.
Tirosina Ovos, carne vermelha, queijos, nozes.
Triptofano Banana, leite, cacau, carne vermelha, peixe, peru, queijo.

A falta de alguns desses nutrientes pode causar: mudança de personalidade, irritabilidade, depressão, perda do senso de responsabilidade, aprendizado lento, perturbações visuais, problemas auditivos, confusão mental, cefaléia, demência, fadiga, problemas de memória, paranóia, hiperatividade, alterações emocionais, ansiedade.

Fonte: Reeducação Alimentar na Família. Da gestação à adolescência.
Autora: Joselaine Silva Stürmer

No Comments Yet
  1. O site é muito bom, mas eu nao achei o que eu eu realmente gostaria: classificação dos alimentos…
    Sim achei alguma coiisa, mas mesmo o que eu gostaria não. As protínas também não, infelizmente.
    Mas como o site é exelente, com certeza daqui alguns dias terá o quer eu realmente quero. (PROTEÍNAS)

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>