Curiosidades

Curiosidade: Saiba a razão de a pimenta arder

By  | 

Quem nunca provou algum tipo de pimenta? Pois é, a pimenta serve para temperar alguns pratos ou mesmo para dar um gostinho especial e diferente em qualquer tipo de comida desde um simples salgadinho a uma comida requintada.

Muitas culinárias utilizam a pimenta como peça chave de suas receitas e pratos. Na culinária baiana, por exemplo, podemos dizer que a pimenta não pode faltar, imagina só um acarajé sem uma pimentinha?


Outra culinária muito conhecida por usar pimentas em suas receitas é a mexicana, muito conhecida por seus pratos quentes e ardidos.

Agora, você saberia dizer por que a pimenta arde?

Existe uma substância dentro da pimenta que se chama capsaicina. Ela fica concentrada na placenta, parte branca, onde as sementes da pimenta ficam presas. Essa substância não tem sabor, nem cheiro e funciona como estimulador. Sendo assim, quando é ingerida, estimula as células nervosas da boca e envia uma mensagem de desconforto ao nervo trigêmeo que faz os olhos lacrimejarem e irrita o nariz. A intensidade dos sintomas varia, dependendo do tipo e da concentração da capsaicina.

De acordo com especialistas, existe um termômetro de ardência com uma medida específica que é a unidade de calor Scoville (SHU).

Separamos um ranking das pimentas mais ardidas do mundo para vocês. Confiram!

A tabela vai da menos ardida para a mais ardida.

– Pimentão (América Central e América do Sul);
– Biquinho Doce (Minas Gerais);
– Jalapeño (México);
– Dedo-de-moça (Brasil);
– Malagueta (Angola, Cabo Verde, Moçambique, Portuga, Brasil – mais comum em Minas e Goiás);
– Cumari-do-Pará (Amazônia);
– Murupi (Amazonas e Pará);
– Habanero ( México e Caribe);
– Bhut Jolokia (Índia);
– Trindad Moruga Scorpion (Trindad e Tobago) .

A Trindad Moruga Scorpion é considerada a mais ardida do mundo e serve para fazer molhos, como o chilli.

Agora que você já conhece quais são as pimentas mais ardidas do mundo, falta só experimentar, mas cuidado com todo esse ardor. Lembre-se de experimentar com moderação.

Rate this post

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico minha vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, não poderia fazer outra coisa na vida. Com muito amor compartilho minhas dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros.com.br. E-mail: kika@patricinhaesperta.com.br @blogdakika

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!