Como funciona a depilação definitiva?

A depilação faz parte da rotina de beleza de milhares mulheres espalhadas pelo mundo. Pelo menos uma vez por mês é preciso ir marcar hora com a depiladora, seja no salão em sua casa. Retirar pelos indesejáveis  que crescem na virilha, nas pernas, axilas e, em alguns casos, no buço é uma preocupação feminina constante.

Por isso, a depilação pode ser considerada “um mal necessário”, ao menos para algumas mulheres.  Se bem alguns procedimentos são dolorosos, algumas mulheres nem reclama. Afinal, a beleza tem seus sacrifícios.

Alguns métodos como o realizado com cera é o mais comum, tanto cera quente como fria.  A forma como cada mulher encara a depilação com cera é diferente: para algumas, a dor é suportável; para outras, é muito desagradável. Além disso, a quantidade de pelos também varia de mulher para mulher sendo esse o fator que mais influencia na questão da dor. Ainda há a questão dos pelos encravados, que acomete boa parte das mulheres e torna o processo de depilação bem mais chato.

Mas, existe uma boa notícia para aquelas mulheres que não gostam ou sofrem com a depilação. Já se encontra disponível uma alternativa: a chamada depilação definitiva.

depilação definitiva
Como funciona a depilação definitiva?

A depilação definitiva se divide em dois métodos: a depilação a laser e a fotodepilação. Para cada uma delas existem vantagens e desvantagens. Mas, sem dúvida, os benefícios valem qualquer sacrifício.

Antes de tudo é preciso se informar sobre a depilação definitiva: o que é?

A depilação definitiva nada mais é que um procedimento para a retirada definitiva de pelos. Ela pode ser a laser e a fotodepilaçao. A depilação a laser é a mais conhecida.

Depilação a laser

A depilação a laser consiste na remoção dos pelos com aparelhos que emitem laser.

Como funciona:

A depilação a laser funciona assim: o tipo de luz utilizado nos lasers é absorvido pelo pigmento marrom encontrado nos pelos e o calor gerado tem o poder de “torrar” o folículo, causando um dano permanente ou não (dependendo da intensidade da energia que atinge o pelo).

Vale ressaltar que o resultado das sessões depende do tipo de pele de cada mulher, sendo a cor do pelo e o tom da pele fatores importantes e determinantes. Mulheres de pele clara e pelos escuros, por exemplo, costumam ter melhores resultados, já que a luz tende a ser absorvida preferencialmente nos pelos. Em indivíduos com pele escura, o tratamento deve ser mais cuidadoso, porque a pele ao redor do pelo também apresenta pigmento marrom e pode absorver a luz.

A função da depilação a laser cauteriza a raiz dos pelos escuros e grossos e impede aqueles folículos de produzir novos fios. Dessa forma, reduz-se consideravelmente a quantidade deles. Não obstante, este tipo de método não pode ser aplicado em mucosas ou em mulheres com doenças de pele  como câncer e vitiligo, portadores de marca-passo e mulheres grávidas ou lactantes, segundo alertam dermatologistas.

Além disso, mulheres com manchas de pele ou sardas precisam, antes de iniciar o procedimento,  passar por uma avaliação prévia, já que, segundo o caso, o laser não é o mais indicado, podendo inclusive, ter efeitos colaterais. Também é recomendado que se encontre ao menos na puberdade antes de começar um processo de depilação como este.

Captura de tela inteira 10062013 201719

Prós e contras do método a laser

O método é simples, porém um pouco demorado. A onda do laser é atraída pelo pigmento escuro, que age como um condutor, levando o calor até a matriz do pelo. Dessa forma, tem pouco efeito sobre fios claros e pelos brancos, que não se aquecem o suficiente para que sejam destruídos. Costuma ser um pouco dolorido, como uma sensação de queimação, mas ainda é mais confortável que uma depilação com cera.

Para estar apto a utilizar este procedimento, exige-se certa preparação. Em peles mais morenas, é recomendado o uso de cremes clareadores para reduzir a possibilidade de manchas. Já em peles negras, o tratamento é considerado mais difícil. Antes da sessão também o uso de depilatórios que arranquem os pelos deve ser interrompido e não se deve estar com a pele bronzeada. Depois da depilação definitiva  é muito importante protegê-la do sol, não expondo a região depilada por até 72 horas e usando protetor solar continuamente.

São necessárias de quatro a seis sessões para atingir todos os pelos de uma área por possuírem três fases diferentes de crescimento. Quanto mais grossos e escuros, mais fácil é o tratamento. Já os pelos finos e claros requerem um número maior de sessões. E é necessário manutenção do tratamento.

Os intervalos variam entre seis e oito meses para o reaparecimento de novos fios, e dependem de cada pessoa. Após cada sessão a pele fica um pouco irritada, inchada e com algumas casquinhas, que caem depois de 10 dias.

Custos da depilação definitiva

Esse é considerado  um dos pontos negativos deste método devido à variação do número de sessões necessárias para retirar todos os pelos. Depende de cada região do corpo que vai ser depilada também. Normalmente as  sessões variam entre R$ 100 a R$ 850 de acordo com a região e a quantidade de pelos.

Mas, se bem o custo pode ser considerado a primeira vista, a longo  prazo, traz economia já que não será necessário ir uma vez por mês ao salão. Sem mencionar que a depilação a laser é a única que impede o aparecimento de pelos encravados.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>