Cabelo

Regras de etiqueta para redes sociais

By  | 

É uma delícia adicionar seus amigos pelas redes sociais, acompanhar o que eles estão fazendo e compartilhar também os últimas eventos da sua vida. Só no Facebook, por exemplo, existem mais de 1 bilhão de usuários e grande parte deles é apenas de brasileiros. O Orkut, lançado no ano de 2003, foi um dos maiores fenômenos no país: apenas indianos e brasileiros dominavam a rede social.

Não é novidade que nós somos apaixonados por elas, e adoramos mostrar e bisbilhotar tudo por aí. Mas, como a chegada de um novo ambiente para interagir, é preciso também entender que novas posturas precisam ser adotadas. Não existe oficialmente nenhum manual de etiqueta, mas o bom senso manda aqui. A consultora de etiqueta Claudia Matarazzo, por exemplo, é uma das que resolveu dar pitacos sobre esse universo com o livro Net.Com.Classe – Um Guia Para Ser Virtualmente Elegante, que pode ser uma opção de leitura para quem quer se aprofundar no tema.

O primeiro passo no sentido de ser chique e adequada no Facebook é saber que aquele espaço não foi feito para você compartilhar tudo sobre a sua vida. Não é necessário descrever o horário do seu almoço, nem falar quando você chega na academia ou sai de casa. Esse excesso de informações pode ser até perigoso se usado por uma pessoa mal intencionada. Não dê esse tipo de trégua com a sua segurança!

Além de se preservar, você também precisa ter cuidado com a imagem das outras pessoas. É importante ter consciência de que todo mundo pode ter acesso ao perfil dos seus amigos, então nada de marcá-los em fotos constrangedoras ou fazer comentários que possam deixar o outro envergonhado. Não dá para saber se o chefe ou um parente mais crítico está lendo a página dele naquele momento.

Controle-se também na hora de fazer postagens e compartilhamentos com mensagens bonitinhas, de fé ou até chocantes. O que você posta fala muito sobre sua personalidade, seus interesses, seus pontos de vista, e é preciso perceber se algo pode ofender os amigos que estão lendo sua timeline. Evite postar fotos de bichinhos torturados, por exemplo: isso não toca quem é insensível ao sofrimento deles, e ainda incomoda as pessoas que gostam de animais de estimação. Outra coisa que incomoda são postagens ingênuas: não se engane, nenhuma criança com câncer vai receber doação alguma se aquela imagem for compartilhada milhões de vezes.

Se o seu perfil é a sua cara na internet, você precisa cuidar da ‘limpeza’ dele. Não faça postagens com erros grosseiros de português. Mesmo que o ambiente seja informal, dê espaço para brincadeiras, é necessário que todas as regras da ortografia sejam respeitadas, né? Mesmo usando abreviações, há uma maneira certa de escrever as palavras; dê uma verificada antes nas ferramentas de busca para descobrir se você está escrevendo do jeito correto.

Há muito espaço para diversão e amizade nas redes sociais, mas é importante ter bom senso. Seguindo algumas dessas dicas, vai ficar muito mais gostoso compartilhar suas conquistas no Facebook e saber o que seus amigos também estão fazendo. Educação é sempre muito bem-vinda seja dentro ou fora da internet.

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico minha vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, não poderia fazer outra coisa na vida. Com muito amor compartilho minhas dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros.com.br. E-mail: [email protected] @blogdakika

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!