Mulheres: maiores vítimas das doenças cardiovasculares

Todos devemos sempre cuidar de nossa saúde independente de idade ou sexo, mas hoje, em especial, faremos um alerta para as mulheres que segundo pesquisas são as maiores vítimas de doenças cardiovasculares.

Sabemos que, em geral, as mulheres tendem a cuidar-se mais em relação à saúde do que os homens, principalmente por terem o hábito de visitar o ginecologista com certa freqüência devido às mudanças que seu corpo vai passando ao longo dos anos, seja primeiramente pelo início da puberdade, depois pela gravidez e por fim pela menopausa.

Por sermos criados com essa consciência dos cuidados com o corpo feminino em sua parte ginecológica, acabamos enfatizando exames e preocupações com doenças como câncer de mama, câncer no colo do útero, entre outras doenças relacionadas as mulheres especificamente e acabamos deixando de lado outros cuidados que todos devem ter e exames que também devemos realizar periodicamente como ir ao cardiologista mesmo que por rotina.

Pois bem, essas doenças cardiovasculares estão relacionadas principalmente com as mulheres, após a menopausa.

Os principais fatores de risco são: hipertensão, colesterol, diabetes, obesidade abdominal, sedentarismo, cigarro e interação entre fumo e anticoncepcional. Segundo especialistas, cerca de 90% dos riscos são determinados por esses fatores e apenas 10% de carga genética, portanto, evitar entrar nesse grupo de risco é possível.

Se a idéia é ter boa saúde e evitar esse tipo de doença, o ideal é evitar certos tipos de comidas ou pelo menos minimizar seu consumo, praticar atividade física, evitar o consumo de cigarros e consultar um ginecologista para adaptar algum tipo de contraceptivo que não afete em sua saúde de outras maneiras.

Nos consultórios de cardiologistas para que possamos compreender melhor o motivo desse aumento na probabilidade da doença, após a menopausa, eles nos explicam de uma maneira singela e prática, colocando o corpo das mulheres como o formato de uma pêra (periférica), antes da menopausa, onde a distribuição da gordura tende a se alojar nas coxas e no bumbum, trazendo menor risco para nossa saúde. Já após a menopausa, nos simbolizam como uma maçã (central), isto é, a distribuição da gordura passa a ser localizada ao redor do abdômen e na parte superior do corpo. Dessa forma, trazendo mais riscos de acidentes vasculares.

Então, previna-se e tome as devidas providências para não entrar nesse grupo de risco, pois as estatísticas são sérias: de cada 10 mulheres, 6 morrem de infarto.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>