Faça seu treino de acordo com a pirâmide da atividade física

A pirâmide da atividade física ajuda a visualizar um estilo de vida ativo e saudável. O objetivo é estimular o maior número de pessoas possíveis a praticar uma atividade física para manter o corpo em forma. A proposta inicial foi desenvolvida pelo Departamento de Saúde Americano (US Department of Health and Human Services).

A base da pirâmide contém atividades que devem ser realizadas a maior freqüência possível. Entre elas, caminhar, realizar trabalhos da vida diária, subir escadas, etc. Já os exercícios aeróbicos (correr, pedalar, nadar, jogar bola, etc.) estão no segundo degrau da pirâmide.

Na sequência estão os exercícios de força, jardinagem, musculação, etc. O condicionamento dos músculos melhora o equilíbrio e a força. No topo o que realmente precisa ser mudado ou reduzido: inatividade, tempo gasto assistindo TV, usar internet por longos períodos, e passar muito tempo sentado.

Para melhorar o desempenho do seu corpo não precisa muito esforço, qualquer contração muscular eleva o gasto energético em relação ao repouso. Se estiver assistindo à televisão, esqueça o controle remoto e levante-se para mudar de canal. A casa necessita de reparos? Faça você mesmo! Precisa fazer compras? Vá a pé e carregue as sacolas.

Os exercícios de flexibilidade, como alongamento, também diminuem os riscos de danos às articulações e aos músculos. A pirâmide sugere sessões mínimas de dez minutos, ao menos duas vezes por semana. No alto está a inatividade, que não deve fazer parte de sua vida.

Veja essa pirâmide e comece já a seguir suas orientações.

Lembrem-se:

1. Um pouquinho que seja de atividade física já é melhor do que nada.
2. Dar no mínimo dez mil passos por dia, somando todos os deslocamentos da manhã até a noite, já traz benefício.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>