Saúde

Convivendo com a Asma

By  | 

A asma é uma doença inflamatória crónica das vias aéreas, que atinge milhões de pessoas no mundo todo. O ataque de asma acontece quando as vias respiratórias e os músculos ao seu redor se contraem,  as membranas que revestem as paredes internas das vias aéreas ficam inflamadas e inchadas, juntamente com a produção em excesso de muco nas vias aéras.

Uma crise  de asma pode durar alguns minutos ou até mesmo vários dias. Os principais fatores que contribuem para a asma são a inflamação das passagens das vias aéreas e hiperreatividade brônquica. Quando a pessoa é provocada por um estímulo, algumas células que revestem as vias aéreas liberam substâncias químicas, causando a inflamação. Esta inflamação faz as vias aéreas ficarem inchadas. Existem vários “gatilhos” que podem induzir uma crise asmática, tais como:

Pólen, mofo, penas, poeira, pêlos de animais, fumaça, perfumes, estresse emocional, esforço, condições climáticas, dentre outros.

 

Diagnóstico da asma não é fácil, pois ela pode ser confundida com com vários problemas respiratórios.

Os sintomas mais comuns de asma são a falta de ar, tosse (crônica ou recorrente), chiado no peito, ardência nas narinas ao respirar, dor e aperto no peito ao respiarar. Geralmente, o diagnóstico da asma não é fácil, pois ela pode ser confundida com com vários problemas respiratórios, por isso, testes de laboratório devem ser realizados, afim de oferecer um diagnóstico preciso.

Infelizmente, a asma não tem curada, entretanto, ela pode ser controlada com um tratamento adequado. Uma dica importante para iniciar o tratamento da asma, seria o controle ambiental. Limpar a casa regularmente, evitar o contato com animais com pêlo ou penas, manter a roupa de cama sempre limpa, evitar o uso de tapetes e carpetes, manter a umidade da casa sempre baixa, dente outros.

Outra dica valiosa, é monitorar a função pulmonar, fazendo uso de um medidor de fluxo de pico. Atualmente, existem uma série de medicamentos para o controle da asma, porém, é importante consultar um médico para escolher o medicamento indicado para a situação em questão, pois o uso de um medicamento pode oferecer excelente resultado para um indivíduo e pode não ser eficaz para outro.

Outra alternativa seria o tratamento fisioterápico, que geralmente é dividido em dois, crianças e adultos. Esse método é muito eficaz, enfatiza excercícios respiratórios, alongamentos globais, acompanhamento da evoluação do fluxo respiratório, etc. Também existem medicamentos que cortam as crises asmáticas, como o conhecido broncodilatador. Este medicamento é usado quando o indivíduo está com falta de ar, chiado no peito ou crise de tosse.

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico a vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, por isso... com muito amor <3 compartilho dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros. Insta: @blogdakika E-mail: [email protected] Lindona, se gostou, clica na estrelinha acima e vote ;-) Compartilhe com suas amigas. Beijos no coração.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!