Saúde

Debatendo a infertilidade

By  | 

Quando os casais apresentam dificuldades para gerar um filho, a  informação que eles compartilham com a família e amigos pode depender de quem se sente mais estigmatizado pelo problema, segundo um novo estudo. Os pesquisadores entrevistaram cerca de 100 casais inférteis e avaliaram as suas redes de apoio.

Eles descobriram que quando a mulher estava preocupada com as reações das pessoas, se sentindo o alvo do problema, o casal se manteve aberto a debater o assunto com a família e com seus amigos. Mas se o homem se sentia culpado pelo problema, o casal era menos aberto com as outras pessoas.

Essas diferenças  estão associadas com a proteção da imagem pública do marido,  resposta direta à pressão da sociedade para com a maternidade, de acordo com o autor do estudo Keli Steuber Ryan. Esse raciocínio  se alinha com a idéia de que casais costumam evitar que problemas relacionados à fertilidade e sexualidade do marido venham a tona, procurando manter a imagem pública de seu conjuge intacta.

Para as mulheres, pode ser uma resposta à nossa cultura pró-natalista, pois há uma grande expectativa e suposição de que as mulheres querem ter filhos, e às vezes aqueles que voluntariamente não tem filhos são rotulados como egoístas.

Nos perguntamos se  o estigma substitui o estigma da infertilidade, a tal ponto que as mulheres e seus maridos se sentem obrigados a esclarecerem: Não estamos escolhendo não ter filhos, apenas não podemos ter filhos.  Cerca de 3,2 milhões (15%) dos 22 milhões de casais no Brasil têm dificuldades em conceber. De fato, a infertilidade pode ser um tema muito difícil para os casais discutirem com outras pessoas. A melhor maneira de manter a harmonia do casal é criar algumas regras de privacidade e discutir as razões por trás delas.

Por exemplo, falar sobre o desejo de saber mais informações sobre o assunto e debater os problemas relacionados à insegurança, com certeza ajudará o casal a ficar bem e possivelmente encontrar uma soluação adequada para o caso em questão. É muito fácil escutar pessoas dizendo:  “Se eu trabalhar duro o suficiente em algo conseguirei o que desejo”.

No entanto, quando o assunto é infertilidade os resultados podem não aparecer até mesmo com muito esforço e dedicação. É extremamente importante a maneira como o casal trabalha essa situação, pois as causas da infertilidade também podem estar ligadas a fatores psicológicos. Felizmente, atualmente existem ótimos tratamentos contra a infertilidade. Os resultados foram publicados recentemente na revista “Saúde Feminina”.

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico a vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, por isso... com muito amor <3 compartilho dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros. Insta: @blogdakika E-mail: kika@patricinhaesperta.com.br Lindona, se gostou, clica na estrelinha acima e vote ;-) Compartilhe com suas amigas. Beijos no coração.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!