Sem categoria

Países mais pobres tem maiores taxas de AVC

By  | 

As pessoas que vivem em países pobres e em países que gastam menos dinheiro em cuidados com a saúde, são mais propensas a sofrerem um acidente vascular cerebral fatal em relação as pessoas que vivem em nações mais ricas. É o que revela novos estudos realizados por pesquisadores italianos. Os resultados mostram que a prevenção de acidente vascular cerebral  necessita de mais esforços, especialmente nos países em desenvolvimento.

Não é o bem-estar econômico de um país o fator mais importante, até mesmo porque, se o indivíduo não é saudável não consegue ser produtivo, e isso em larga escala pode afetar um país. Isto é muito importante para desenvolver estratégias de saúde para prevenir o AVC e outras doenças cardiovasculares. Na realização da pesquisa, os pesquisadores examinaram 30 estudos de 22 países, e as ligações entre três indicadores acidente vascular cerebral e econômica: Produto Interno Bruto (PIB), despesas de saúde por pessoa e taxa de desemprego.

Embora as taxas de desemprego não tenham apresentado efeito sobre o risco de AVC, o estudo constatou problemas associados com o PIB mais baixo, o que aumentou o risco AVC em até 32%.

Enquanto isso, os pesquisadores descobriram que redução de gastos em cuidados de saúde está associada a um risco 26% maior de acidentes vasculares cerebrais, um aumento de 45% na morte 30 dias após um acidente vascular cerebral, e um salto de 32% no acidente vascular cerebral hemorrágico.

A taxa de AVC entre os jovens também aumentou cerca 36%. De fato, esse estudo é extremamente importante, pois mostra porque é fundamental a atenção na área da saúde de um país. Por isso, é necessário discutir as prioridades da saúde para os diferentes países, isto irá fornecer a base necessária para ajudar os países a trocarem recursos e empregarem seu dinheiro de forma mais eficaz.

Obviamente, a população tem um papel muito importante na redução desse risco, portante, se a conscientização for somada aos cuidados do governo, com certeza teremos ótimos resultados. Os casos de AVC tem aumentado no Brasil, por isso, é importante agir de forma preventiva para dimuir os riscos.

A grande parte dos fatores de risco para AVC podem ser evitados, entre eles, destacam-se o tabagismo, hipertensão, diabetes, estresse, sedentarismo, doenças hematológicas, consumo de drogas e doenças cardiovasculares. Por isso, é importante adotar uma alimentação saudável, praticar exercícios físicos regularmente, dormir no mínimo 8 horas por dia e cuidar da saúde forma geral. Dessa forma, estará diminuindo o risco de AVC e uma séria de outras doenças.

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico a vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, por isso... com muito amor <3 compartilho dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros. Insta: @blogdakika E-mail: kika@patricinhaesperta.com.br Lindona, se gostou, clica na estrelinha acima e vote ;-) Compartilhe com suas amigas. Beijos no coração.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!