Saúde

Transtorno bipolar associado à esquizofrenia

By  | 

Um novo estudo realizado na França revela uma ligação genética entre a esquizofrenia e o transtorno bipolar, dois distúrbios cerebrais comuns e muitas vezes extremamente incapacitantes. Os pesquisadores identificaram 11 regiões genéticas, incluindo seis que nunca haviam sido descobertas, as quais desempenham um papel na predisposição  das pessoas para estas doenças mentais.

Os resultados oferecerem uma nova visão sobre as causas de ambas as condições. A esquizofrenia e o transtorno bipolar são doenças debilitantes que afetam milhões de pessoas em todo o mundo, e as terapias existentes para essas pessoas são opções  ineficazes a longo prazo. Os pesquisadores tem trabalhado arduamente, tentando determinar fatores genéticos de risco para essas doenças, para que seja possível intervir mais cedo e desenvolver novas terapias e tratamentos eficazes.

Com esse novo estudo, os pesquisadores deram um passo importante rumo à novas descobertas, que possibilitarão novos tratamentos. Os pesquisadores examinaram o DNA de mais de 8.000 pessoas com transtorno bipolar, assim como 9.ooo pessoas saudáveis.

Em um estudo separado, outra equipe de cientistas avaliaram o DNA de mais de 17 mil pessoas portadoras de esquizofrenia. Nestes dois estudos, os pesquisadores descobriram vários áreas do DNA, também conhecidos como variantes do DNA, que em determinados genes foram relacionados com esquizofrenia e transtorno bipolar.

Em alguns casos, certas variantes foram associadas com ambos os transtornos. Os pesuisadores também argumentaram que as descobertas podem ajudar os cientistas a identificar novos tratamentos para essas doenças mentais, permitindo tratá-las mais cedo e de form muito mais eficaz.

Nos últimos anos, a análise psiquiátrica tem entendido a base genética da doença mental de forma muito superficial, por isso, é muito importante que novas pesquisas sejam feitas, assim será possível tratar diversas doenças mentais, pois em muitos casos há uma correlação entre muitas dessas doenças.

A pesquisa também ajudou a começar a elucidar a estrutura genética do transtorno bipolar e da esquizofrenia, o que de fato irá dar uma nova base para construir novos tratamentos e melhorar a qualidade de vida das pessoas que sofrem com essas doenças. Até o presente momento, não existe nehum método preventivo contra a esquizofrenia, no entanto, antes que a mesma se apresente definitivamente, alguns sintomas costumam aparecer, como mudanças no comportamento habitual.

Esses sintomas costumam ser confundidos e classificados como ansiedade, estresse e depressão, quando na verdade podem indicar o início de um transtorno mental mais sério. A pesquisa em questão foi publicada na revista “Salut”.

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico a vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, por isso... com muito amor <3 compartilho dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros. Insta: @blogdakika E-mail: kika@patricinhaesperta.com.br Lindona, se gostou, clica na estrelinha acima e vote ;-) Compartilhe com suas amigas. Beijos no coração.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!