Saúde

Probióticos: As Bactérias do Bem!

By  | 

Probióticos: O Que São?

Aliados da saúde, os probióticos são suplementos alimentares ricos em micro-organismos vivos, como bifidobactérias e lactobacilos, que afetam de forma benéfica quem os consome, gerando melhoras no balanço microbiano intestinal. Ou seja, são alimentos ricos em bactérias que beneficiam a flora intestinal, que ajudam a evitar e tratar alguns tipos de doenças.

Qual a Sua Função?

Sua função principal é proteger a parede intestinal para evitar que tanto os micro-organismos patogênicos quanto as moléculas alergênicas causem danos à saúde. Mas eles também aumentam a absorção de vários minerais, como cálcio e ferro, aumentam o valor nutritivo dos alimentos, vez que geram uma maior produção de vitaminas do complexo B e aminoácidos essenciais, fortalecem o sistema imunológico, já que ajudam na produção de células protetoras, equilibram a flora intestinal, ajudam o organismo a se desintoxicar e auxiliam, especialmente, as pessoas que possuem intolerância à lactose, vez que promove o aumento de uma determinada enzima que facilita a sua digestão.

leite-queijo-iogurte-probioticos-11507

Acredita-se, ainda, que devido ao aumento geral da resistência do organismo e do sistema imunológico, os probióticos podem evitar a formação das células que são responsáveis, por exemplo, pelo câncer do cólon.

Além disso, como melhora o funcionamento intestinal, desincham e ajudam a emagrecer.

Principais Espécies de Probióticos

Para se beneficiar de todos esses efeitos positivos, é preciso investir no consumo de produtos ricos nesses micro-organismos, sendo que as espécies mais utilizadas de probióticos são os Lactobacillus acidophillus, Lactobacillus casei, Lactobacillus rhamnosus, Lactobacillus reuterii, Enterococus faecium, Bifidobacterium adolescentes, Bifidobacterium breve, Bifidobacterium bifidum, Bifidobacterium infantis e Bifidobacterium longum.

Isso pode ser feito tanto por meio de alimentos que contenham probióticos, como iogurtes e leites fermentados, quanto por meio de suplementos em pó ou em cápsulas.

Os iogurtes e leites fermentados, entretanto, não são a melhor fonte de probióticos, vez que contêm, ainda, conservantes, açúcar e corantes, que podem matar as bactérias do bem antes que elas consigam “repovoar” o intestino.

Porque Precisamos de Probióticos?

A grande maioria da população mundial possui uma dieta pobre em fibras, faz uso de antibióticos e consome muito açúcar, muita gordura e muitos alimentos refinados, o que acaba afetando – e até mesmo destruindo – a flora bacteriana, e os probióticos entram para doar ao intestino bactérias do bem, que vão reequilibrar a flora intestinal.

Além disso, há quem defenda que o consumo exagerado de açúcar e gordura levam a uma inflamação crônica, o que, por sua vez, gera o aumento de peso.

De modo geral, os probióticos possuem pouco tempo de vida e, por isso, devem ser mantidos refrigerados. O ideal é que o consumo de probióticos seja diário, numa quantidade mínima de 10 UFC (unidades formadoras de colônia), que é mais ou menos 100 milhões de bactérias probióticas, e associado a uma dieta equilibrada, rica em frutas, verduras e legumes.

Ao iniciar o consumo, alguns dos efeitos são imediatos, como as melhoras no intestino, mas em aproximadamente quinze dias, que é o prazo máximo comprovado em estudos, há a recuperação da flora intestinal e a regularização do ritmo do intestino.

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico minha vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, não poderia fazer outra coisa na vida. Com muito amor compartilho minhas dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros.com.br. E-mail: [email protected] @blogdakika

1 Comment

  1. vicente mendes

    at

    Bom dia,
    fiquei sabendo que bifidobacterium breve é bom para evitar gases, e sofro desse problema com frequência. Poderiam me informar, por favor, quais os alimentos devo ingerir para evitar ou tratar o inchaço e desconforto causado por flatos?
    Obrigado desde já pelo retorno.
    Vicente Mendes

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Content is protected !!