Saúde

Qual a diferença entre o diet e o light? Descubra!

By  | 

Produtos diet e light não faltam nas prateleiras, mercados, padarias e até na lanchonete da esquina. De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos Dietéticos (Abiad) estes tipos de produtos estão presentes em mais de 35% das casas dos brasileiros. O estudo também revelou que entre 1998 a 2008, o crescimento nas compras dos produtos light e diet foi de 800% no país. Mas sempre surge aquela dúvida: quais as diferenças entre essas duas palavrinhas? Será que ambas servem para todos os casos? Os dois tipos ajudam a emagrecer? Será que as duas têm menos calorias? São dúvidas frequentes que sempre surgem antes das compras.

A grande diferença entre diet e light está na quantidade permitida de nutrientes. Enquanto que o diet precisa ser isento 100%, o light deve apresentar uma diminuição mínima de 25% de nutrientes ou calorias. De acordo com a Abiad, o alimento light não é, necessariamente, indicado para pessoas que apresentem algum tipo de doença como diabetes e colesterol elevado. Agora você vai saber essas e outras respostas, confira!

refris

O mundo dos produtos Diet:

São alimentos que não têm certos nutrientes, como o carboidrato, a gordura, a proteína ou o sódio. Um chocolate diet, por exemplo, não contém açúcar. Quem precisa consumir são pessoas que apresentam condições metabólicas específicas. Ou seja, precisam de alimentos sem o açúcar, no caso dos diabéticos, e sem o sal, no caso dos hipertensos.

São indicados para quem está de dieta e quer perder alguns quilinhos. Mas tem que cuidar: alguns deles têm valor energético maior que outros. O chocolate diet, por exemplo, não tem açúcar, mas é gorduroso. Enquanto o açúcar é substituído pelo adoçante, para preservar o gosto, muitos fabricantes colocam na fórmula mais gordura. Então, menina: se você quer emagrecer, não coma chocolate diet. E sim, amargo. Já o caso dos refrigerantes, muitos produtos diet tiveram de mudar o rótulo para light. Isso porque mudaram as substâncias adoçantes, que deixaram as bebidas mais gostosas e com sabor. Se tem açúcar, não pode ser diet!

São basicamente alimentos para dietas mais controladas, acompanhadas por nutricionistas, justamente por não terem adição de algum nutriente. É importante saber que todos os alimentos diet apresentam grande diminuição na quantidade de calorias e, portanto, devem ser evitados pelas pessoas que querem emagrecer.

Os produtos Light:

São produtos que têm baixo valor energético ou valor nutricional. Isso significa que a eles devem ter no máximo 40kcal a cada 100g nos produtos sólidos. Já nas bebidas esse valor é ainda menor 20kcal para cada 100ml. E um detalhe importante: você deve sempre conferir isso no rótulo! Quem consome produtos light são pessoas que querem alimentos com menos calorias. Esses alimentos são, de verdade, indicados para quem quer perder peso.

O chocolate light tem na fórmula uma redução de nutrientes. Para saber, é preciso consultar a tabela nutricional. A maioria dos refrigerantes light também pode ser classificada como diet, uma vez que é livre de açúcares.

Já o termo zero é muito utilizado para refrigerantes. Isso porque, na maioria das vezes, o “zero” significa que o produto é “zero açúcar”, o que seria sinônimo de uma bebida diet. Então, não confunda! Essas trocas de nomes fazem parte de uma estratégia de marketing, apenas! E que buscam atingir públicos diferentes com produtos bastante semelhantes (por ex: refrigerante zero e refrigerante light).

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Content is protected !!