Saúde

Agressão infantil e suas consequências na vida adulta

By  | 

Agressões na infância estão diretamente associadas à piores condições de saúde na idade adulta e devem ser reconhecidas como um risco à saúde, afirma um novo estudo realizado no Canadá. Os pesquisadores acompanharam mais de 4 mil pessoas na província canadense de Quebec, que estavam na primeira, quarta e sétima série do ensino fundamental (entre 1976 e 1978) que receberam cuidados de saúde entre 1992 e 2006.

Os resultados mostraram que as agressões na infância estavam associadas a um aumento de 9% em consultas médicas, um aumento de 11%% em ferimentos, aumento de 7%  em visitas de especialistas, aumento de 12% em internações em departamentos de emergência, e um aumento de 44% em problemas de saúde relacionados ao estilo de vida, como obesidade, diabetes tipo 2 e alcoolismo. Os estudos também descobriram que a agressão em meninas durante a  infância levaram a um maior uso de serviços ginecológicos na vida adulta, principalmente entre os 18 e 28 anos.

A agressão na infância previu a utilização global dos serviços de saúde na idade adulta para os participantes deste estudo, bem como o número de visitas que fizeram à especialistas, departamentos de emergência, dentistas, o número de vezes que foram admitidos no hospital, e o número de consultas médicas que fizeram devido ao estilo de vida relacionados à doenças e ferimentos.

Estas associações foram observadas mesmo quando os efeitosda educação sexual e as condições sociais foram controladas. Por outro lado, quando as crianças tiveram uma infância tranquila, a utilização desses serviços foi relativamente menor.

Os resultados apresentadas pela pesquisa confirmam que há determinadas características comportamentais, identificáveis ​​na infância, que podem ter consequências duradouras para a saúde física e pode prever o aumento do uso de serviços de saúde na idade adulta.

A agressão na infância deve ser considerada um risco à saúde ao se projetar intervenções para melhorar a saúde pública, particularmente em relação as crianças e as famílias alvo. De fato, enfrentar o comportamento problemático comum durante a infância e aprender formas adequadas de interagir é um dever dos pais.

É importante traçar estratégias para saber como lidar com as crianças, pois na maioria dos casos, o comportamento difícil dos pequenos é muito simples de ser mudado, por isso, é fundamental ter paciência e muita calma. A hipótese de que a agressão na infância é uma resposta a um ambiente estressante e muito comum. Enquanto os programas escolares que melhoram as habilidades sociais e emocionais são importantes, uma convivência familiar tranquila é extremamente importante, pois irá se refletir em várias áreas da vida de uma criança.

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico a vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, por isso... com muito amor <3 compartilho dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros. Insta: @blogdakika E-mail: kika@patricinhaesperta.com.br Lindona, se gostou, clica na estrelinha acima e vote ;-) Compartilhe com suas amigas. Beijos no coração.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!