Sem categoria

Bullying e Cyberbullying entre universitários

By  | 

Um novo estudo realizado nos EUA revela que o bullying e o cyberbullying não terminam quando os alunos passam do ensino fundamental para a faculdade. Pelo contrário, vários relatos mostram que os casos de bullying tem crescido entre os universitários, desde a entrada dos estudantes na faculdade (incluindo trotes) até a formatura dos mesmos.

As pesquisas revelaram que cerca de 15% dos estudantes universitários relataram ter sido intimidados e sofrido outros tipos de ameaça. Cerca de 23% relataram ter sido vítimas de cyberbullying. Além disso, 50% dos estudantes conheciam alguém que já havia sofrido bullying e cerca de 11%  dos estudantes conheciam alguém que havia sofrido cyberbullying. Daqueles que afirmaram ter sido vítimas de cyberbullying, 26% disseram que foi através de redes sociais, 22% através de mensagem de texto e 17%  através de e-mail e mensagens instantâneas.

O estudo também descobriu que 42% dos estudantes que afirmaram ter visto alguém sendo intimidado por outro estudante, 37% desses casos se tratava de bullying de um estudante para outro, cerca de 22% de um estudante para um professor e cerca de 12% de um professor para um aluno.

Apesar de várias análises e diversos dados obtidos, não se ao certo os motivos desses ataques, se é por conta de alguma diferença física apresentada pela pessoa, sua etnia, orientação sexual, classe social, dentre outros.

Os pesquisadores afirmam que as universidades e faculdades devem fornecer um ambiente seguro para os alunos e isso deveria ser uma postura fundamental, tanto no ensino fundamental quanto em faculdades. De fato, há toda uma dimensão de assédio moral de comportamentos rígidos, porém, disfarçados e muitas vezes vistos como atos normais.

No entanto, quando intervirmos em comportamentos menores, podemos estar evitando comportamentos negativos e mais graves. É impressionante como relatos de bullying e cyberbullying tem aumentado nos últimos anos, obviamente, muito pelo fato de ter havido mais debates sobre o assunto (o que é muito positivo) ultimamente. O bullying é muito comum e sempre existiu, é um problema mundial que pode estar presente em diversas áreas e classes sociais.

O bullying reflete a incapacidade ou dificuldade do ser humano lidar com as diferenças, e na grande maioria dos casos, o bullying é reconhecimento do próprio defeito em outra pessoa ou é uma maneira de “descarregar” frustações e mágoas. O debate sobre o assunto tem encorajado muitos jovens à relatarem seus problemas e isso tem feito toda diferença. Por isso, muito deve ser feito para que se possa reduzir ainda mais esses números.

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico a vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, por isso... com muito amor <3 compartilho dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros. Insta: @blogdakika E-mail: kika@patricinhaesperta.com.br Lindona, se gostou, clica na estrelinha acima e vote ;-) Compartilhe com suas amigas. Beijos no coração.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!