Saúde

Cabeleireiros podem contribuir com diagnóstico de câncer de pele

By  | 

Um estudo divulgado, no segundo semestre deste ano, pela publicação cientifica especializada em Dermatologia, Archives of Dermatology, revelou que o câncer de pele pode ser detectado a olho nu, através do couro cabeludo. Os médicos e pesquisadores envolvidos na pesquisa revelaram que conseguiram diagnosticar diversos tipos fatais de câncer de pele, através de análises simples do couro cabeludo das pessoas doentes.

O objetivo da pesquisa, segundo o médico e pesquisador, Alan Geller – que coordenou os estudos – é chamar a atenção dos dermatologistas de todo o mundo para a importância do exame clínico do couro cabeludo nos pacientes. Geller completou, em entrevista para o Archives of Dermatology, que a análise do couro cabeludo vem sendo esquecida pelos profissionais da área, sendo que mais de 200 dermatologistas confessaram não fazer o exame em seus pacientes.

Os resultados da pesquisa ainda atraíram o interesse dos profissionais da área da beleza, como cabeleireiros. Alguns destes profissionais contaram que chegaram a encontrar lesões no couro cabeludo de clientes, que em ocasião posterior obtiveram o diagnóstico do câncer de pele.

 

Assim, um dos objetivos secundários da equipe dos pesquisadores é promover a orientação e o esclarecimento destes profissionais de beleza, quanto possíveis anormalidades encontradas na cabeça de pacientes. Os cabeleireiros serão orientados a falar para o cliente sobre a necessidade de procurar um dermatologista ou centros de tratamento. Ainda serão esclarecidos de que a doença não é contagiosa.

A pesquisa ainda revela que cabeleireiros que tinham o conhecimento dos sintomas do câncer de pele no couro cabeludo, ajudaram no diagnóstico precoce de pessoas com a doença.

Vale lembrar que, além do exame do couro cabeludo ter caído em desuso em grande parte dos consultórios dermatológicos, trata-se de uma parte do corpo em que o próprio indivíduo não pode acompanhar. Daí a extrema importância do exame por parte dos médicos e da orientação dos profissionais que trabalham com cabelos.

Portanto, no próximo corte de cabelo, não se esqueça de pedir para o cabeleireiro dar aquela olhadinha na sua cabeça!

“Confira abaixo os dois grupos principais de câncer de pele” (subtítulo)

– Epiteliomas ou carcinoma não melanoma: tipo mais comum e menos agressivo de câncer de pele. Apresenta bom prognóstico, que se baseia em tratamentos à laser ou medicacões via oral e cutâneas.
– Melanoma maligno: tipo perigoso de câncer de pele, que costuma apresentar metástases, que podem atingir outros orgãos do corpo humano. O tratamento pode ser o mesmo usado em outros tipos de câncer: cirurgia, radioterapia e quimioterapia.

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico a vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, por isso... com muito amor <3 compartilho dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros. Insta: @blogdakika E-mail: kika@patricinhaesperta.com.br Lindona, se gostou, clica na estrelinha acima e vote ;-) Compartilhe com suas amigas. Beijos no coração.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!