Saúde

Candidíase – Sintomas e tratamentos

By  | 

A candidíase é uma doença transmitida por meio do fungo Candida albicans. No Brasil ela recebe o nome vulgar de “sapinho”, especialmente nos casos em que surge na boca. Ela afeta com mais frequência os órgãos genitais e a boca, no entanto ela pode se manifestar qualquer outra parte do corpo. É bastante comum, especialmente nas mulheres, sendo uma das causas mais frequentes de infecção genital.

A candidíase pode ser transmitida por meio de relações sexuais com parceiro(a) que apresente o problema, mas a sua contaminação não é exclusivamente sexual, podendo surgir por meio de algum desequilíbrio na flora vaginal.

A transmissão é feita caso a outra parte esteja com baixa imunidade. Outros fatores como diabetes; uso de antibióticos, anticoncepcionais ou corticóides; infecções e até o uso de roupas muito justas, que não permitam a ventilação na região íntima podem favorecer a proliferação do fungo, que já faz parte da flora vaginal naturalmente, mas em proporções equilibradas para que não ocasione problemas.

Para evitar a candidíase é importante manter uma boa higiene íntima, usando sabontes específicos para a região, além de adotar hábitos saudáveis e usar preservativo em toda a relação sexual. As peças íntimas devem ser preferencialmente de algodão. Indica-se ainda, tomar um banho antes e depois das relações sexuais, usando uma toalha limpa e individual.

Os principais sintomas da doença são coceira, vermelhidão e ardor na área afetada e eliminação de corrimento em grumos. A região também pode ficar inchada e irritada, e a mulher pode apresentar dores durante a relação sexual.

A candidíase em homens pode não apresentar sintomas ou ter manifestações mais amenas. Vale também salientar que o corpo masculino não desenvolve por conta própria o problema, sendo adquirido por meio de sexo com uma mulher afetada.

O diagnóstico é feito por meio de exames clínicos, onde o médico indicará o tratamento adequado para cada situação. Em casos incomuns, em que o fungo afeta tecidos internos, são necessários exames mais detalhados. Normalmente são utilizados Fluconazol e o Itraconazol. Ainda existem opções de tratamentos de uso tópico, a partir de cremes que são aplicados com materiais específicos, descartáveis. Outras opções irão variar de acordo com o quadro apresentado e o perfil do paciente, podendo ser mais intensas ou superficiais.

A candidíase pode voltar a se manifestar em pessoas que já apresentaram algum quadro do problema. Por este motivo os cuidados preventivos devem ser sempre observados em qualquer circunstância, para evitar a necessidade de lidar com esta doença que causa tantos desconfortos.

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico a vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, por isso... com muito amor <3 compartilho dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros. Insta: @blogdakika E-mail: kika@patricinhaesperta.com.br Lindona, se gostou, clica na estrelinha acima e vote ;-) Compartilhe com suas amigas. Beijos no coração.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!