Saúde

Disfunção erétil – Fator psicológico ou físico?

By  | 

A disfunção erétil é um dos terrores que assombram os homens, sendo que cada vez mais os jovens estão se preocupando com essa questão. Apesar de ser um assunto muito debatido ainda existe muito à ser esclarecido, pois existem pontos importantes que são completamente ignorados.

Atualmente, vivemos em uma sociedade de extremos, ou as pessoas se preocupam em ter corpos esculpidos e sem nehum sinal de gordura ou as pessoas não se importam com a alimentação e não se preocupam com a saúde de maneira geral. Os jovens estão cada vez mais preocupados com a aparência e naturalmente com sua performance sexual, pois vivemos em uma época em que homens e mulheres devem ser os “melhores”. Pois bem, acontece que ninguém é perfeito, todos erramos, todos nós temos defeitos físicos e não somos máquinas sexuais para termos performances perfeitas e sem falhas.

Por isso, quando um jovem ou até mesmo um adulto, é cobrado e também se cobra tanto, pode apresentar uma função erétil insatisfatória.

Obviamente, existem fatores orgânicos que também podem contribuir para esse problema, porém, pode-se afirmar que mais da metada dos casos de disfunção erétil são causados por problemas psicológicos.

 

A disfunção erétil (DE), que é definida como a incapacidade persistente para atingir e manter uma ereção até o ponto do orgasmo, afeta milhões de homens no mundo inteiro. Mas descobrir o que está causando o problema de ereção é um processo complicado, onde um médico deve ser consultado.

É importante não fazer uso de medicamentos por conta própria, pois isso pode agravar ainda mais a situação, além de ser prejudicial à saúde.

Quando você visita um médico para avaliar as possíveis causas do problema, ele deve analisar seu histórico sexual de forma detalhada, dará um exame físico completo, exames de sangue para determinação de colesterol, açúcar no sangue e os níveis de testosterona. Aqui está uma lista de fatores de risco e as causas que devem ser consideradas:

• O colesterol alto
• Pressão arterial elevada (hipertensão)
• Diabetes
• Doença renal
• Esclerose múltipla
• Doença Vascular
• Aterosclerose (endurecimento das artérias)
• Doença neurológica (isto é, danos nos nervos e neuropatia)
• Alterações hormonais
• Obesidade
• Fumo
• Uso de drogas
• Alcoolismo
• Procedimentos cirúrgicos
• Tratamentos de Câncer
• lesões físicas (trauma, especialmente pélvica)
• Depressão
• Estresse ou ansiedade
• Idade
• Conflito com o seu parceiro

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico a vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, por isso... com muito amor <3 compartilho dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros. Insta: @blogdakika E-mail: kika@patricinhaesperta.com.br Lindona, se gostou, clica na estrelinha acima e vote ;-) Compartilhe com suas amigas. Beijos no coração.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!