Saúde

Glaucoma – Sintomas e tratamento

By  | 

Cuidar bem da visão é importante, para que o sentido seja preservado em sua perfeição. Atualmente, o glaucoma é a maior causa de cegueira no mundo, sendo uma doença que normalmente não apresenta sintomas. Ela consiste em um distúrbio na pressão interna do olho, que ultrapassa os limites considerados seguros.

Um líquido chamado humor aquoso, presente na parte interna dos olhos, é responsável por manter umedecidas e alimentadas as suas estruturas internas. Ele é eliminado para renovação, por meio do canal Schlemm. Se este canal se entupir, o líquido que deveria ser expelido se acumula, fazendo com que a pressão interna do olho seja elevada.

Como resultado, são comprimidos os vasos sanguíneos. Este efeito é capaz de provocar muitos danos ao nervo óptico e às células da retina, o que pode levar até a perda de visão.

Os sinais só começam a aparecer quando a doença atinge estágios mais avançados, provocando vermelhidão e uma sensação de incômodo nos olhos, além de fortes dores de cabeça.

O diagnóstico é feito através da medição da pressão dos olhos, por meio do tonômetro, que é encostado na ponta da córnea. O aparelho é uma espécie de pêndulo, que ao ser tocado na córnea, deve fazer com que ela recolha-se milimetricamente. Caso ela fique imóvel, é sinal de que algo não vai bem com os olhos. O índice é verificado em números pelo oftalmologista.

Em pessoas acima de 40 nos de idade, exames oftalmológicos devem ser feitos pelo menos uma vez por ano, já que a partir desta idade os riscos de que este problema aconteça aumentam. Ainda ficam mais suscetíveis a doença pessoas de raça negra, diabéticos e pessoas que apresentem algum caso de glaucoma na família. Os exames devem ser feitos mesmo que aparentemente não existam problemas com os olhos.

Se a doença for detectada cedo, pode ser controlada, evitando que tenha consequências mais sérias, de forma a proteger a visão.

O tratameto varia, normalmente sendo feito por meio do uso de colírios, que atuam no controle da produção e drenagem do humor aquoso, na fase inicial do glaucoma. Quando a doença se encontrar em estágios alarmantes, é adotada como último recurso a cirurgia, que é realizada sob anestesia local, sendo completamente indolor e com previsão de recuperação rápida.

Contudo, é válido lembrar que todo o tratamento deve ser indicado por um oftalmologista e não reflete na cura do glaucoma e sim em um controle, para evitar que o problema evolua.

 

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico a vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, por isso... com muito amor <3 compartilho dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros. Insta: @blogdakika E-mail: [email protected] Lindona, se gostou, clica na estrelinha acima e vote ;-) Compartilhe com suas amigas. Beijos no coração.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!