Saúde

Falando sobre herpes genital

By  | 

Herpes genital é uma das infecções sexualmente transmissíveis (DST) mais comuns. A infecção pode ser incômoda, mas se você é um adulto saudável, você não precisa se preocupar que ela causará sérios problemas. A maioria das pessoas nunca apresentam os sintomas ou os sintomas são tão leves que as pessoas não sabem que estão infectadas. Mas em algumas pessoas, a infecção provoca surtos ocasionais de feridas pruriginosas e dolorosas na área genital.

Após o primeiro surto, o vírus da herpes permanece nas células nervosas abaixo da pele e torna-se inativo. Ele geralmente fica ativo novamente de vez em quando, viajando de volta para a pele causando feridas. Stress, doença, um novo parceiro sexual, ou a menstruação pode desencadear um novo surto. Conforme o tempo passa, os surtos ocorrem com menos frequência, desaparecendo lentamente. Herpes genital é causada pelo vírus herpes simplex tipo 1 ou o vírus herpes simplex tipo 2.

Um ou outro pode causar feridas nos lábios (herpes labial) e feridas nos órgãos genitais. Os sintomas podem variar muito de pessoa para pessoa, porém, a maioria das pessoas nunca apresentam sintomas. As vezes os sintomas são tão leves que as pessoas podem não notar-los ou reconhecê-los como um sinal de herpes.

Para as pessoas que percebem a sua primeira infecção, geralmente aparece cerca de 2 a 14 dias depois de terem sido expostos a herpes genital. A ruptura das bolhas pode se transformar em feridas rasas, que levam até 3 semanas para cicatrizar. Às vezes as pessoas, especialmente mulheres, também têm sintomas de gripe, como febre, cefaléia e dores musculares. Elas também podem notar um corrimento anormal e dor ao urinar.

O seu médico poderá diagnosticar o herpes genital, examinando você. Ele ou ela pode fazer-lhe perguntas sobre seus sintomas e seus fatores de risco, que aumenta a probabilidade de obter uma doença.

Se este é seu primeiro surto, o médico pode ter uma amostra de tecido da ferida para o teste. O teste pode ajudar o médico a ter certeza de que você tem herpes. Embora não haja cura, a medicina pode aliviar a dor e a coceira provocadas pelas feridas, ajudando a curar mais rápido. Após o primeiro surto, algumas pessoas têm apenas um pouco mais de surtos durante a vida, enquanto outros podem ter de 4 a 6 surtos por ano.

O tratamento funciona melhor se for iniciado logo após o início de um surto. Descobrir que você tem herpes pode abrir as portas para a depressão, fazendo você se sentir mal sobre si mesmo ou sobre sexo, por isso, aconselhamentos ou  grupos de apoio ajudam a sentir melhor.

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico a vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, por isso... com muito amor <3 compartilho dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros. Insta: @blogdakika E-mail: kika@patricinhaesperta.com.br Lindona, se gostou, clica na estrelinha acima e vote ;-) Compartilhe com suas amigas. Beijos no coração.

3 Comments

  1. Roberto

    at

    Onde posso encontrar grupos de apoio e agências de namoro para pessoas com herpes genital?
    Sou de Fortaleza, tenho herpes genital (leve) e gostaria de formar um grupo (pessoas com o mesmo sintoma) de apoio, interação e discussão sobre o assunto. e-mail para contato: roberto333fortal@hotmail.com

    • Junielly

      at

      Tbm gostaria de encontrar um grupo mais ta dificil mim avisa se vc ja achou por favor.

  2. Roberto

    at

    Sou de Fortaleza, tenho herpes genital leve. Sou profissionalmente bem sucedido, escolaridade universitária, 40 anos, contexto social – classe média, bonito e sociável. Busco conhecer uma mulher na mesma situação (que tenha herpes 1 ou 2), acima dos 30 anos, profissionalmente independente, de personalidade tranquila e atraente. e-mail para contato: robertofortal333@hotmail.com

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!