Saúde

O que é Hipertireoidismo? Causas, sintomas e tratamentos

By  | 

Hipertireoidismo nada mais é o excesso de hormônio tireoidiano produzido  pela tireóide. A tireóide é uma glândula localizada na parte da frente do pescoço (confira na ilustração abaixo). Ela controla o metabolismo, que é a forma como o organismo transforma alimentos em energia. Também afeta o coração, músculos, ossos e o colesterol. O excesso de hormônio tireoidiano pode trazer uma série de alterações negativas no organismo.

Dessa forma, é possível perder peso rapidamente, apresentar um batimento cardíaco acelerado, suar excessivamente e  sentir-se nervoso ou irritado. Hipertireoidismo é facilmente tratado, dessa forma, é possível levar uma vida saudável tranquilamente. Sem tratamento, o hipertireoidismo pode evoluir para sérios problemas cardíacos, problemas ósseos, e uma condição perigosa chamada tempestade da tireóide.

A “Doença de Graves” é uma das principais causas de hipertireoidismo, onde o sitema imunológico ataca (erroneamente) a glândula tireóide. Dessa forma, a tireóide luta contra esse ataque, produzindo hormônios tireoidianos em excesso.

Em alguns casos, o hipertireoidismo é causado por pequenos tumores na tireóide, chamados nódulos da tireóide. Alguns dos sintomas mais comuns são:  Raiva, irritabilidade, cansaço, fraqueza, tremores nas mãos, batimento cardíaco acelerado, problemas respiratórios, vermelhidão na pele, perda de cabelo e perda de peso.

Se você apresenta os sintomas citados acima e se os mesmos lhe incomodam, um médico deve ser consultado o quanto antes. Para que esses sintomas deixem de incomodá-lo, o médico pode receitar comprimidos beta-bloqueadores, que irão ajudá-lo a se sentir melhor quando você e seu médico decidirem qual será o tratamento. O Hipertireoidismo pode levar a problemas mais sérios, por isso, mesmo se os sintomas não incomodam, ainda assim o tratamento médico é necessário.

Iodo radioativo e medicamentos antitireoidianos são os tratamentos usados com mais freqüência para o tratamento do hipertireoidismo, sendo que, o melhor tratamento depende de uma série de fatores, incluindo a idade do indivíduo. O iodo radioativo é o tratamento extremamente eficaz, a maioria dos pacientes são curados após iniciar o tratamento com o mesmo. O iodo radioativo destrói parte de sua glândula tireóide, mas não prejudica as outras partes do corpo. Medicamentos antitireoidianos funcionam melhor quando os sintomas são leves.

Medicamentos antitireoidianos não danificam a glândula tiróide, porém, não apresentam a mesma eficácia em relação ao iodo radioativo. Após o tratamento, é necessário realizar exames de sangue regularmente, dessa forma é possível verificar se o hipertireoidismo voltou ou não. Além disso, os exames também verificam se a produção de hormônio da tireóide voltou ao normal.

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico a vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, por isso... com muito amor <3 compartilho dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros. Insta: @blogdakika E-mail: kika@patricinhaesperta.com.br Lindona, se gostou, clica na estrelinha acima e vote ;-) Compartilhe com suas amigas. Beijos no coração.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!