Saúde

Psoríase em crianças

By  | 

O modo como as crianças são tratadas em relação a psoríase pode depender da consulta com um pediatra, dermatologista ou internista, sugere um novo estudo. Cerca de 3% das crianças (desde o nascimento até 18 anos) são afetadas pela psoríase, uma doença de pele que pode causar manchas e coceira, pele escamosa e seca.

Pesquisadores franceses examinaram os registros de médicos sobre seus pacientes com psoríase, que haviam coletado dados detalhados de seus pacientes ao longo de quase três décadas. De 1 milhões de visitas, cerca de 60% das crianças passaram por um dermatologista; 17% por um pediatra e 14% por um internista. Os pesquisadores descobriram que os pediatras, dermatologistas e internistas muitas vezes tomam diferentes abordagens em relação ao tratamento que aplicam em crianças com psoríase. Essas diferenetes abordagens  incluem diferentes tipos de medicamentos e dosagens indicadas.

De fato, a gestão da psoríase em crianças pode ser um desafio, devido a uma escassez de dados e a falta de diretrizes padronizadas e específicas para a população pediátrica.

A maioria das crianças que participaram do estudo foram medicadas com corticosteróides tópicos, especialmente betametasona. Dermatologistas e internistas costumam prescrever esteróides mais fortes.

A dosagem geralmente é a mesma, independentemente da idade da criança. Pediatras, por outro lado, na maioria das vezes prescrevem tacrolimus tópico imunossupressor. Casos graves de psoríase, por vezes, foram tratados com fototerapia e medicação oral. O mesmo número de meninos e meninas receberam tratamento contra a psoríase, sendo que, a grande maioria deles, cerca de 93%, eram brancos.

Quase metade dos pacientes tinham idades entre 13 e 18 anos, 35% entre 8 e 12 anos e 18% tinham menos de 7 anos de idade.

Os pesquisadores expressaram preocupação sobre a falta de uniformidade no tratamento da psoríase entre as crianças, em particular a frequente prescrição de corticosteróides, que pode ser ruim para crianças pequenas. Os corticosteróides com alta potência tópica não são necessários e por isso não são indicados para tratar a psoríase em crianças pequenas. Os pesquisadores concluíram que as diretrizes de tratamento devem ser estabelecidos para a psoríase pediátrica.

Por isso, é bom ficar atento aos medicamentos prescritos para o tratamento da psoríase, antes de comprar-los é indicado pesquisar sobre a composição e os efeitos causados pelos mesmos. Na verdade, essa dica é é válida para qualquer caso, é importante saber qual medicamento estamos tomando e saber se o mesmo pode oferecer algum risco para a nossa saúde. Dessa forma, estaremos evitando possíveis transtornos, que podem ser mais perigosos que a própria psoríase.

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico a vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, por isso... com muito amor <3 compartilho dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros. Insta: @blogdakika E-mail: [email protected] Lindona, se gostou, clica na estrelinha acima e vote ;-) Compartilhe com suas amigas. Beijos no coração.

1 Comment

  1. Sayuri

    at

    Psoríase é uma doença bem complicada, porém, se for feito um bom tratamento, adequado a cada caso, é possível que seus sintomas melhorem ou até mesmo sumam. Um tratamento bem conhecido, que é gratuito, é o programa QualityCare, são vários especialista da área que ajudam a entender melhor a doença, vale a pena conhecer. O site deles é http://www.programaqualitycare.com.br . Espero que possa ajudar.
    Abraços
    Sayuri

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!