Saúde

Teste rápido e gratuito de sífilis

By  | 

O SUS (Sistema Único de Saúde), vinculado ao Ministério da Saúde, anunciou, no mês inicio deste mês de outubro, que a rede pública oferecerá um teste rápido e gratuito para diagnóstico da sífilis. A notícia foi divulgada pela assessoria de imprensa da Agência Brasil.

Os testes deverão estar disponíveis para realização a partir do próximo mês de novembro. Os procedimentos serão realizados na rede pública de saúde de todo o país, para todas as pessoas interessadas.

O Ministério da Saúde também divulgou, por meio de sua assessoria de comunicação, que até o fim deste ano, a rede pública contará com cerca de 390 mil kits para a realização do exame. A assessoria do órgão ainda explicou que todos os cidadãos podem se submeter ao exame, mas as gestantes serão o alvo da ação, pois se trata do grupo que apresenta maior índice de contaminação pela doença.

Para comprovar, o Ministério revelou que a incidência da sífilis nas gestantes é quase quatro vezes maior que a incidência do vírus HIV – Aids.

O resultado deste teste rápido para sífilis poderá ficar pronto em alguns dias ou mesmo na mesma hora. As pessoas contaminadas serão encaminhadas para tratamento.

“Como fazer o teste”

 

Para se submeter ao teste rápido e gratuito, é preciso que a pessoa se dirija ao posto público mais próximo de sua residência e faça um cadastro no SUS, caso ainda não tenha.

O teste só será realizado a partir do próximo mês de novembro, mas é possível já adiantar o cadastro. Basta comparecer a unidade, portanto um documento de identidade com foto e comprovante de endereço.
As informações também podem ser obtidas pelo site www.ms.gov.br.

“A doença”

A sífilis é considerada uma doença sexualmente transmissível, que tem como principal sintoma a infecção aguda de mucosas e lesões de pele. É tratável, mas quanto mais cedo for diagnosticada, maiores as chances de sucesso no tratamento.

Se não tratada, a doença evolui para níveis terciários, podendo causar danos, inclusive, ao cérebro.

A preocupação com a contaminação por sífilis ficou um pouco desprezada pelas pessoas, devido à gravidade maior do HIV. No entanto, a sífilis pode também levar ao óbito, se não for tratada.

A prevenção é igualmente importante, sendo feita através do uso do preservativo durante as relações sexuais.

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico a vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, por isso... com muito amor <3 compartilho dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros. Insta: @blogdakika E-mail: kika@patricinhaesperta.com.br Lindona, se gostou, clica na estrelinha acima e vote ;-) Compartilhe com suas amigas. Beijos no coração.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!