Saúde

Tratamentos contra DRGE – Doença do Refluxo Gastro-esofágico

By  | 

Tanto a intervenção cirurgica quanto o uso de medicamentos populares, como por exemplo Nexium, Prevacid ou Prilosec, podem oferecer eficácia no tratamento do desconforto causado pelo refluxo gastro-esofágico, de acordo com as informações publicadas em um novo estudo. Milhares de brasileiros são portadores dessa doença que é formalmente conhecida  como “doença do refluxo gastro-esofágico” ou DRGE.

A doença é causada pelo conteúdo ácido estomacal que é levado ao esôfago. A DRGE pode ter um efeito extremamente negativo no trabalho, na qualidade do sono e na qualidade de vida de maneira geral. Os tratamentos contra a DRGE incluem a cirurgia laparoscópica, o uso de inibidor de bomba de próton (PPI) e de drogas como Nexium (esomeprazol), Prilosec (omeprazol) e Prevacid (lansoprazol). Cada método de tratamento apresenta pontos positivos e  negativos,  por exemplo, com a cirurgia há menos regurgitação em relação ao uso de medicamentos, no entanto, é natural apresentar inchaço e flatulência.

Por isso, se você não deseja fazer uso de comprimidos para o resto da vida, você pode escolher fazer a cirurgia. Por outro lado, se você quer evitar uma intervenção cirurgica mais invasiva, pode optar pelo uso de medicamentos.

Os pacientes que fazem uso de Nexium apresentam níveis semelhantes de azia e regurgitação ácida, desde o início até o fim do tratamento com medicamento. No entanto, esses sintomas tendem a diminuir entre os pacientes que passaram pelo precedimento cirurgico.

De forma geral, vários estudos tem apresentado novos tratamentos para o tratamento da doença do refluxo gastro-esofágico, com tratamentos modernos de terapia anti-refluxo. Seja pelo uso de drogas de supressão ácida ou até mesmo pela cirurgia anti-refluxo via laparoscópica, a maioria dos pacientes permanecem em remissão por pelo menos cinco anos.

Na verdade, a terapia para DRGE  geralmente torna-se uma escolha pessoal, ou seja, maioria das pessoas  optam por tomar um comprimido uma vez por dia, ao invés de se submeteram à cirurgia. No entanto, vale ressaltar que a intervenção cirurgica mostra melhores resultados a longo prazo, apesar de apresentar alguns efeitos colaterais.

Outro fator determinante para o sucesso do tratamento (seja cirurgico ou por meio de medicamentos) é a qualidade da alimentação. De fato, uma alimentação saudável e bem balanceada com certeza irá contribuir para a redução ou até mesmo eliminação total da GRDE. É aconselhável consultar um nutricionista para que uma alimentação adequada seja indicada para você.

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico a vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, por isso... com muito amor <3 compartilho dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros. Insta: @blogdakika E-mail: [email protected] Lindona, se gostou, clica na estrelinha acima e vote ;-) Compartilhe com suas amigas. Beijos no coração.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!