Saúde

Vacina contra HPV pode ajudar a prevenir câncer anal

By  | 

A vacina para prevenir o câncer anal é segura e eficaz para homens jovens (gays) e bissexuais, segundo um estudo financiado pelo fabricante da vacina. O câncer anal é causada pelo vírus do papiloma humano (HPV), doenças sexualmente transmissíveis muito comuns em diversos países. Câncer Anal é comum entre a população gay, bissexual e pessoas infectadas pelo HIV.

A vacina Gardasil já foi aprovada e é recomendada como uma forma de proteger as mulheres contra os principais tipos de HPV que causam o câncer cervical. A vacinia também oferece proteção contra o câncer anal e as verrugas genitais. Cerca de 4 mil pessoas por ano (Brasil) são diagnosticadas com câncer anal, entre elas, mais de 700 pessoas morrem da doença.

O que este estudo mostrou é que a prevenção contra esses cânceres pode reduzir o número de mortes de forma significativa. O estudo clínico internacional incluiu mais de 600 homens homossexuais e bissexuais, que tiveram pelo menos uma relação sexual ao longo de suas vidas.

Os homens, com idades entre 16 e 26 anos, eram de Austrália, Brasil, Canadá, Croácia, Alemanha, Espanha e Estados Unidos. Os participantes receberam a vacina Gardasil (fabricado pela Merck) ou um placebo, e foram acompanhados por três anos após o uso do medicamento.

A vacinia mostrou-se eficaz na redução da infecção anal causada pelo HPV, com a incidência de lesões pré-cancerosas, mostrando uma melhoria de 54% a 75%. Com base em dados de tese, a vacina funciona bem para prevenir a infecção causada pelo HPV e também doenças anais pré-canceríginas, e provavelmente impedirá o câncer anal em homens. O tempo ideal para começar a vacinação seria antes do início das atividades sexuais, no entanto, a vacinação após o início das atividades sexuais também é eficaz.

As vacinas contra o HPV não precisam ser aplicadas durante a infância, dessa forma seria pouco eficaz. O correto seria a aplicação antes da pessoa ser exposta ao vírus, dessa forma, seu uso é indicado antes que ocorra a primeira relação sexual.

Por isso, é difícil precisar uma idade específica, já que a mesma deve ser dada antes que a pessoa se torne sexualmente ativa, ou para para ser mais preciso, antes que a pessoa corra o risco de fazer sexo com alguém infectado com o vírus HPV. A pesquisa também revelou que o uso dessa vacina também pode ajudar a limpar a infecção das pessoas que estavam infectadas antes da vacinação, o que oferece uma melhoria de até 25%.

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico a vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, por isso... com muito amor <3 compartilho dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros. Insta: @blogdakika E-mail: kika@patricinhaesperta.com.br Lindona, se gostou, clica na estrelinha acima e vote ;-) Compartilhe com suas amigas. Beijos no coração.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!