Pirâmide Alimentar Infantil

Rate this post

Crianças de 6 a 23 Meses (Ministério da Saúde, 2002)

A Pirâmide Alimentar é a representação gráfica do Guia Alimentar para Crianças de 6 a 23 Meses. É uma ferramenta prática que permite aos indivíduos a seleção de uma alimentação adequada e saudável. Os alimentos selecionados devem ser do hábito alimentar da família, adequados em quantidade e qualidade (Ministério da Saúde, 2002).

A proposta neste Guia está composta por oito grupos de alimentos, distribuídos em quatro níveis, apresentados da base ao topo da pirâmide, considerando a sua participação na dieta em quantidades respectivamente maiores ou menores de porções.

A organização da pirâmide é feita em função do tipo de alimento: principal nutriente que ele fornece e quantidade necessária. Um alimento não é mais importante que o outro por sua localização, todos os grupos são importantes e têm suas funções.

Os alimentos de cada nível da pirâmide foram selecionados pelos nutrientes: os carboidratos (grupo 1), as vitaminas e os minerais (grupos 2 e 3), as proteínas (grupos 4, 5, 6) e os lipídios e açúcares (grupo 7 e 8) – e quantificados em função do valor calórico total diário.

Nível 1

Grupo 1 – cereais, pães e tubérculos (de três a cinco porções).

Nível 2

Grupo 2 – verduras e legumes (três porções);

Grupo 3 – frutas (de três a quatro porções).

Nível 3

Grupo 4 – leites, queijos e iogurtes (três porções);

Grupo 5 – carnes e ovos (duas porções);

Grupo 6 – feijões (uma porção).

Nível 4

Grupo 7 – óleos e gorduras (duas porções);

Grupo 8 – açúcares e doces (uma porção).

Os alimentos de um mesmo grupo podem ser substituídos entre si (ex.: arroz por pão) – Quadro 1; porém, alimentos de diferentes grupos não devem ser substituídos pelos de outros. Por exemplo, arroz por fruta. Isto porque todos os oito grupos são importantes e todos são necessários.

O nome dos grupos (cereais / pães / tubérculos, feijões, etc.) deve ser considerado de forma genérica pois, por exemplo, no grupo dos cereais, foram colocados alimentos como batata, aipim, macarrão, arroz, pão, biscoito e, no grupo dos feijões, incluídas as demais leguminosas como: ervilha seca, grão de bico e soja. O chamado grupo das carnes deve incluir carnes de todas as naturezas e todos os tipos de cortes: carne bovina (ex.: filé, acém, coxão mole, etc.), frango, peixes, frutos do mar, fígado e outras.

Quadro 1


Fonte: http://paginas.terra.com.br/saude/daniellenutri/index.htm

Share

View Comments

  • é bomsinho não deu para tirar tudo mais deu!!!!

  • Fabiana Abreu says:

    Oi Cyntia,
    Que jóia que está o site.
    Muito informativo importante na área da saúde e alimentação.
    Parabéns.

  • # flavio quintanilha da silva says:

    Boa noite! mne chamo flavio e sou técnico em nutriçâo eu procuro pesquisar tudo que posso sobre nutriçâo , estou terminando meu curso em março e gostaria que se a sra tivesse algo sobre obesidade mórbida e pudesse me mandar por email ficarei grato, meu tcc será sobre o assunto um forte abraço e muito obrigado.

  • # flavio quintanilha da silva says:

    Boa noite! mne chamo flavio e sou técnico em nutriçâo eu procuro pesquisar tudo que posso sobre nutriçâo , estou terminando meu curso em março e gostaria que se a sra tivesse algo sobre obesidade mórbida e pudesse me mandar por email ficarei grato, meu tcc será sobre o assunto um forte abraço e muito obrigado.

  • Encontrei exatamente o que necessitava, dou aulas a adolescentes e crianças e a ajuda de vocês foi excelente.
    Obrigada

  • Claramente este é o modelo q o sistema corrupto que temos quer que sigamos. A carne está muito longe de ser necessária e nos produtos lácteos abundam toxinas de todas as espécies entre hormonas de crescimento a antibióticos e pesticidas em segunda mão. E quanto a um ser humano precisar de leite fora do período de amamentação e ainda mais de uma outra espécie que com ele pouco tem morfologicamente a ver … enfim
    O lobby da carne paga a vida a muita gente, e destrói florestas inteiras no seu caminho.
    Pesquise a alimentação raw ou crudivorismo e pode ser q ponha algumas dessas ideias institucionais em causa. Pense por si e não pelo que querem que pense.
    Repare q não havia metade dos problemas médicos com que vivemos actualmente quando a carne era tida como alimento de luxo e só abusada por ostentosos e gordurosos ricos.

    o problema não é comer-se em excesso, o problema é comer-se mal.

  • eu estou no 1 ano de tec em nutrição ,e estou fazendo um trabaho sobre todos os nutrientes necessarios para uma criança de 6 messes a 4 anos ,como devo fazer,inclusive a piramide nutricional infantil.

  • eu amei esse site bem
    muito brigada

    • de nada

  • Rita M.M.Rosso says:

    Adorei este site, muito importante!
    Gostaria de receber por e-mail uma piramide alimentar infantil para criança de 8 anos. Ela esta com 43 kg.
    Atenciosamente
    Rita Rosso

  • Andréa Nastri says:

    Adorei o site! Parabéns a todos. Que belo trabalho o de vocês.
    Bem, eu gostaria de receber por e-mail a pirâmide alimentar para uma criança de 8 anos. Ele esta com 47 kg. É possível?

    Obrigada e um abraço!

    Andréa Nastri

Recent Posts

Alimentos que não devem fazer parte da sua dieta

Sabemos que para termos uma vida saudável e alcançar o objetivo de ter a silhueta perfeita devemos nos prevenir e…

2 anos ago

Mito ou verdade: dietas causam problemas de visão?

Diferentes tipos de dietas aparecem diariamente, uma mais maluca do que a outra e tudo isso para acabar com aqueles…

2 anos ago

Top 5 – mitos das dietas

Sabemos que hoje em dia podemos contar com um vasto leque de novas dietas a cada instante, algumas que você…

2 anos ago

Dieta da moda. Dieta da aveia!

Sabemos que a cada segundo uma nova dieta é criada por alguém e passa a ser seguida de acordo com…

2 anos ago

Veja a melhor idade para se fazer dietas

Sabemos que de acordo com determinados momentos de nossa vida, temos diferentes preocupações e prioridades. (mais…)

2 anos ago

Precisa ir ao gineco? Atente-se ao seu corpo!

Uma coisa que toda mulher precisa saber e fazer, é uma visitinha ao seu ginecologista anualmente, pelo menos, para fazer…

2 anos ago