Beleza

Tenha Pés Lindos com Os Peixes-Pedicure!

By  | 

Sucesso nos países asiáticos, os “peixes-pedicure” prometem fazer sucesso por aqui!

Os peixes que fazem o “serviço” de pedicure,  deixando os pés lisinhos, sem cutículas e, melhor ainda, sem arrancar “bifes” vieram diretamente da Turquia acomodados em aquários especiais e são da espécie Garra Rufa, “especialista” em remover as células mortas de forma indolor.

Trata a Psoríase

Na Turquia e em alguns países do Oriente Médio esse tipo de peixe “come” a pele doente dos pacientes de psoríase, não “atacando” a pele saudável, o que, apesar de não curar, alivia temporariamente os sintomas do problema.

Como É Feito O Tratamento?

Antes de começar, os pés são devidamente higienizados com álcool. Feito isso, os pés são “mergulhados” em uma espécie de tanque repleto de garras rufas (de 100 a 120 para cada 150 litros de água), mantido com um filtro especial que  fica ligado 24 horas por dia e contando com a ajuda de uma luz ultravioleta, que promete eliminar fungos e bactérias. A sensação inicial é de pequenos “beliscões” e formigamentos, mas, em segundos, o que se sente é um relaxamento intenso.

Doctor Fish Health Spa Alleviates Skin Complaints

Benefícios do tratamento com os Peixes-Pedicure

Os pés são mordiscados pelos peixes, mas de forma leve, e somente nas partes onde estão as “peles mortas”, as cutículas e o acúmulo de células mortas, o que leva a esfoliação da região e ao afinamento da pele.

É seguro? É higiênico? Há o risco de Infecções?

O procedimento é feito em 30 minutos mais ou menos, e as informações disponíveis dão conta de que parte da água é renovada todos os dias para garantir a higiene necessária. Contudo, há quem sustente que essa nova moda, que, aliás, já tomou conta de salões e spas nos quatro cantos do mundo, transmita infecções.

Estudos já estão sendo feitos  em alguns países para analisar os supostos riscos de infecções e as razões apresentadas para essa desconfiança são plausíveis, visto que  o mesmo cardume é usado em todas as sessões, podendo transmitir bactérias e fungos de um “cliente” para outro, sobretudo em caso de feridas na região dos pés.

Não se sabe ao certo se esse risco é alto, mas que ele existe, existe, e por isso  não é um tratamento muito recomendado.

E os Peixes?

O tipo de peixe utilizado nesse tratamento vive, em média, por seis anos e mede até 10 centímetros, sendo mantidos em tanques especiais e alimentados uma vez por dia com ração especial.  A exploração comercial dos garra rufa é protegida por lei na Turquia, justamente porque há o risco de captura excessiva.

Naturalistas ressaltam que o seu uso em aquários não é indicado, vez que eles apenas se alimentam da pele humana quando em condições de escassez de alimentos, o que pode levar muitos donos de salões e spas a deixar os peixes com fome para que eles sirvam para o “negócio”.

Quanto custa?

A sessão custa entre R$ 20 e R$ 50, o que, dependendo do lugar, pode ser mais, bem mais, do que o preço de uma pedicure “normal”.

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico minha vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, não poderia fazer outra coisa na vida. Com muito amor compartilho minhas dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros.com.br. E-mail: [email protected] @blogdakika

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Content is protected !!