Saúde

Endometriose: saiba mais sobre a doença

By  | 

Cada mês que passa você nota que a sua menstruação vem em maior volume e por mais dias. Além disso, muitas cólicas que antes não eram sentidas e dores fortes durante a relação com o seu parceiro. O problema pode ser maior e mais perigoso do que você pensa. Todos esses são sintomas de uma doença feminina chamada endometriose, que se localiza no tecido que reveste o útero e, por isso, as dores, cólicas e aumento do fluxo menstrual. Calma! Se por algum acaso você está lendo essa matéria e se identificou, não se sinta sozinha. Mais de 15% das mulheres de todo o país sofrem com essa doença. O mais perigoso é que a maioria delas não sabe disso.

A endometriose pode atingir mulheres entre 15 e 50 anos, e ela depende de um hormônio chamado estrógeno para que se desenvolva no corpo. Esse hormônio é feminino e sua produção é feita no ovário, enquanto a mulher tem um fluxo menstrual contínuo. Ou seja, depois da primeira menstruação e antes da menopausa. O que causa a doença? Bom, de acordo com os médicos especialistas no assunto, são várias as causas da endometriose. Pode ser o sistema imunológico baixo, uma alteração hormonal, o fluxo menstrual e também o estilo de vida que você leva.

Mas todos estes fatores que contribuem para o surgimento desta doença estão relacionados ao hormônio chamado estrógeno e tudo depende da produção deste hormônio no organismo. Ela é chamada de doença da mulher moderna, justamente porque as mulheres de hoje em dia demoram mais para engravidar, são mais estressadas, emendam a pílula e também sofrem mais com a alteração hormonal. Por isso, essa doença ficou mais evidente agora, porque tudo isso interfere na produção deste hormônio.

endomentrioseMM

Infelizmente não há cura para a endometriose, mas há tratamento. E diagnosticar a doença quando ela está ainda no início é uma das maneiras mais fáceis de conseguir sentir menos sintomas e amenizar as dores. O tratamento depende da avaliação do seu médico, por isso, assim que você sentir o conjunto de sintomas ou perceber que algo errado no seu sistema ou no seu corpo, a dica dos especialistas é buscar ajuda de um ginecologista. Ele vai conseguir analisar o seu caso e te orientar para o melhor tratamento. Dificuldade para engravidar, problemas no intestino, dores na relação sexual, muitas cólicas e fortes no período menstrual também são sintomas da doença.

Muitas vezes as mulheres sentem apenas um dos sintomas. Outras vezes são vários sintomas juntos. O que depende é o organismo de cada mulher. É importante saber que a doença vai aumentando de acordo com o tempo, se não tiver nenhum tratamento específico.

A falta de tratamento estende a doença nos ovários, no intestino e também na região abdominal. Por outro lado, quando ela for diagnosticada no começo e tratada desde então, com tratamentos específicos para cada mulher, ela pode aquietar. Ou seja, a endometriose não tem cura, mas pode ser totalmente amenizada caso você faça o acompanhamento médico. Para isso, é preciso ir ao ginecologista pelo menos uma vez a cada seis meses.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!