Filhos

Crianças ficam deprimidas?

By  | 

Entenda seu filho, e os sintomas para conhecer a depressão infantil.

Ser criança é trazer uma constante felicidade. Até pode ser, mas isso não quer dizer que seu filho não entre em depressão. Uma doença que deve ser observada desde o inicio, para que possa ser tratada podendo evitar que fique pior, ou leve para casos extremos de suicídio.

Não é uma doença só de adultos e muito menos uma doença só de pessoas idosas, pode surgir de repente, e pode ser hereditária. Alguns pais acham que as crianças sentirem depressão é normal. Pois na infância elas tendem a sentir medo e angustia.

Tome cuidado, observe seu filho. Se a criança passou por algum momento de stress, como separação dos pais, perda de algum parente, ou até mesmo de um animal de estimação, problemas na escola, podem levar para a depressão, se não observados e não tratados.

Crianças ficam deprimidas?

Crianças ficam deprimidas?

O que pode não afetar um adulto, na fase da infância, pode afetar e muito. Pois as crianças podem sentir tristeza por motivos que nem imaginamos. Muitas são extremamente sensíveis, e ignorar certos fatores pode levar a piorar a situação. Dificultando o tratamento se deixar passar muito tempo.

Para crianças com grau de depressão leve, um tratamento com psicoterapia pode ajudar a resolver o problema, agora se teu filho sobre com depressão genética, cuidado, tratamentos simples, podem não ajudar. Entre em contato com um profissional, se existir a necessidade da criança tomar um remédio, não deixe de dar, pois isso pode evitar problemas maiores depois.

Importante lembrar que crianças sempre respondem aos tratamentos mais rápido do que os adultos, o metabolismo deles é muito melhor, podendo ser mais rápido do que esperamos. Mas nada de diagnosticar seu filho sozinho, hein. Se você achar que ele teve uma melhora, procure o profissional que está acompanhando o tratamento, para ter essa certeza.

Fique ligado em alguns sintomas que podem ajudar a perceber se seu filho precisa de tratamento:

Excesso de retração:

crianças tímidas são algo normal, pois quando vão conhecer pessoas e ambientes novos, tendem a ficar retraídas, sem saber direito por onde começar ou com quem falar. Tome cuidado de for muito grande essa timidez. Se a criança não interagir com ninguém, e viver sempre no mundinho dela;

Medo grande e falta de apetite:

crianças tem medo, de coisas normais, que todas podem ter, algumas com manias delas. Não gostam muito de comer também, pois acham perda de tempo, enquanto poderiam estar brincando. Fique ligado, se esse medo e a falta de vontade de comer, forem constantes na vida de seu filho;

Dores físicas constantes:

crianças que correm na rua, que comem muita bobagem, que brincam de bola, podem ter dores musculares, mas quando isso for constante é importante observar. Se seu filho reclama muito de dor de cabeça, dor nos músculos, dor de barriga, leve-o em um médico para a análise;

Apego excessivo a presença dos pais, ou dos responsáveis:

crianças gostam de estar perto de quem elas amam, isso é normal. O que não é normal são crianças que só sabem estar perto dos pais, senão choram e fazem escândalo. Pode ser insegurança dos próprios pais, pode ser que mimaram demais a criança, mas pode ser depressão, fique atento.

Jornalista, apreciadora de alguns mundos paralelos e pessoas diferenciadas. Escritora há pelo menos 10 anos. Com sonhos na cabeça e vontades de realizar. Gaúcha. No momento trabalha ajudando as pessoas a serem melhores tanto na parte física, quanto emocional. Com convicções muito concretas sobre a vida, e o amor. Ama as palavras, as letras e as pessoas. Pois acredita que cada um tem algo a ensinar.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!