Saúde

Metais Tóxicos Nos Alimentos

By  | 

 Que o açúcar, o sal e a gordura são vilões, todo mundo sabe. Só que, além deles, existem muitos outros presentes nos alimentos industrializados, que podem causar danos sérios ao organismo.

Além dos “vilõezinhos” conhecidos da poluição, dos herbicidas e tantos outros, a população está exposta aos metais tóxicos, presentes nos aditivos alimentares, como o mercúrio, o cádmio e o chumbo, por exemplo. A intoxicação decorrente desses metais ocorre de maneira lenta, progressiva e silenciosa, causando, aos poucos, danos que comprometem seriamente as funções fisiológicas do organismo.

Onde eles estão? Vejam abaixo em quais alimentos esses metais são mais facilmente encontrados e o que eles podem causar.

Cádmio – O cádmio é encontrado em café, chás, peixes, cigarro e farinhas refinadas, dentre outros. Os danos causados por essa substância são sérios, já que ele atinge, sobretudo, o sistema nervoso, seguido do coração, dos rins, dos vasos sanguíneos e do córtex renal e seus efeitos estão relacionados com a perda de apetite, perda do olfato, a hipotensão, a depressão, a hipertensão e até o câncer.

Captura de tela inteira 01042013 195821

Mercúrio –  O mercúrio é encontrado em peixes, em frutos do mar, no tomate, na água, no açúcar e até em cremes para clarear a pele. Ele pode causar diarreia, perda de apetite, alterações no peso, conjuntivite, hepatite, problemas de memória e convulsões, além de atingir o sistema nervoso, as membranas celulares e os centros de “dor” do organismo.

Alumínio –  O alumínio pode ser encontrado no sal, nos alimentos em conserva, nos queijos, em filtros de cigarros, na pasta de dente, nos desodorantes e também nos perfumes, dentre muitos outros, causando danos no cérebro, no estômago e nos ossos. Os efeitos mais comuns causados pelo alumínio envolvem fraqueza, falta de energia, confusão mental, dores de cabeça, irritabilidade, prisão de ventre e cólicas abdominais.

Chumbo – O chumbo, que pode ser encontrado em vários cosméticos, inclusive nos batons, em vegetais, no fígado, no leite, no cigarro e no vinho, por exemplo, afeta o sistema nervoso, o cérebro, o coração, os rins, o fígado, o pâncreas e os ossos, causando perda de memória, depressão, fraqueza, prisão de ventre, problemas no ouvido, apatia, queda de cabelo e hipertensão, dentre outros.

Além de poder causar esses males, esses metais acima relacionados também conseguem “deslocar” minerais essenciais ao nosso corpo, o que gera um déficit e prejudica todo o organismo.

Não é preciso pânico, claro, até porque um simples achocolatado, ingerido esporadicamente, não causa tanto mau assim. O problema, na verdade, está  no consumo constante que acaba gerando o acúmulo desses metais no organismo.

Quem mantém uma dieta equilibrada, com alimentos saudáveis e, vez ou outra, faz uso desses alimentos, não precisa se preocupar, já que esse tipo de dieta ajuda a eliminar os chamados metais de alto peso molecular, que, ao serem eliminados, estimulam a eliminação dos outros por “semelhança”.

Como os sintomas são comuns a várias doenças, é importante, na presença desses sintomas, procurar um médico para solicitar os exames necessários para que seja avaliada a hipótese de intoxicação por metais pesados.

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico minha vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, não poderia fazer outra coisa na vida. Com muito amor compartilho minhas dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros.com.br. E-mail: [email protected] @blogdakika

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!