Saúde

Castanha-do-Pará: Tudo O Que Sua Saúde Precisa!

By  | 

A castanha-do-Pará é poderosa, tão poderosa que basta ingerir uma por dia para usufruir de benefícios inimagináveis, que vão de doenças neurodegenerativa a doença de Alzheimer.

Essa castanha contém altos teores de selênio, o mineral da vida longa e, é claro, saudável. Então, ingeri-la garante, ainda, mais saúde, mais longevidade e, sim, menos envelhecimento. Muita gente desconhece o valor do selênio, mas o fato é que ele se liga a determinadas proteínas presentes em nosso organismo para formar espécies de enzimas antioxidantes muito potentes que atacam e combatem os radicais livres.

Além disso, o selênio é essencial para o correto funcionamento cerebral, já que preserva a saúde das células nervosas, o que evita  a morte dos neurônios e a formação de doenças neurodegenerativas, sobretudo aquelas que estão relacionadas também com a idade, como o Alzheimer.

Estudos realizados na Nova Zelândia demonstraram que o consumo de duas castanhas-do-Pará por dia conseguiam elevar em até 65% os teores de selênio no organismo, só que as castanhas utilizadas lá são “inferiores” que as que nós temos aqui, que proporcionam, em uma só unidade, muito mais selênio que as duas unidades do tipo utilizado na pesquisa.

castanha-do-para-beneficios-saude-18249

Sim, basta a ingestão de uma única castanha para garantir os 400 microgramas recomendados de selênio por dia, o que ajuda, inclusive, o organismo a se desintoxicar. Há estudos que dizem que o selênio consegue, inclusive, remover metais pesados das células.

Outro órgão que trabalha melhor se ingerirmos mais selênio é a tireoide, já que na falta desse mineral ela não produz de forma eficaz os seus hormônios, o que significa que o organismo.

Não se pode esquecer que quase 70% da composição dessa castanha é de  ácidos graxos insaturados, como o ômega 3 e o ômega 6, por exemplo, que são gorduras que trazem benefícios ao organismo, tanto que ela é tida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) como um alimento funcional, já que além de cumprir a função de nutrir, ela ajuda a combater e evitar doenças como diabetes e obesidade.

Portanto, já está mais do que na hora dessa oleaginosa começar a fazer parte da dieta de todo mundo. O que não pode, nunca, é exagerar, o que é bem comum.

É que as pessoas possuem a ilusão de que quanto mais melhor, e isso é um erro grave, sobretudo nesses casos, já que, quando consumida em níveis excessivos a castanha causa muitos males ao organismo, como queda de cabelo,  dores de cabeça, fragilidade nas unhas e danos à pele, além do maior risco de diabetes, esse sim um problema sério.

Além disso, há quem sustente que em excesso, o selênio, além de prejudicial, é tóxico, e essa toxicidade é fácil e ocorrer, já que mais de 800 microgramas por dia já é considerado excesso, e o selênio tem efeito cumulativo, ou seja, ele se acumula no organismo.

Então, o correto é ficar com a dose recomendada, de 1 castanha por dia. Mas, se vez ou outra, passar dos limites, não tem problema, desde que isso não seja algo rotineiro.

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico minha vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, não poderia fazer outra coisa na vida. Com muito amor compartilho minhas dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros.com.br. E-mail: kika@patricinhaesperta.com.br @blogdakika

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!