Filhos

Filhos: bullying e cyberbullying aprende-se em casa a não seguir esse caminho!

By  | 
Só você pode ensinar para seu filho, uma vida sem preconceitos.

Só você pode ensinar para seu filho, uma vida sem preconceitos.

Cuidado com o que você diz na frente dos seus filhos, e a maneira como você trata as pessoas! Eles aprendem em casa, como é essa convivência entre as pessoas. E só você pode ensinar ele o caminho certo em relação a isso. Não adianta os pais serem pessoas preconceituosas e quererem que os filhos não tratem mal os colegas e os professores.

A educação é recebida dentro de casa. Se seu filho tem dificuldades de relacionamento na escola, e tem tratado mal os amigos, justamente por não saber direito como lidar com pessoas, aprenda que a culpa será sempre dos pais! E isso não é só uma forma clichê desse assunto. Isso é a forma sensata de entender o quanto errado é ser de um jeito e esperar que os filhos sejam de outro.

Praticar bullying, não importa a idade e o local. É ruim, e causa problemas para as pessoas, que jamais imaginamos. Se por acaso seu filho, pratica bullying na escola, a criança a qual ele pegou de “corinho” pode ser um ser humano, um adulto, traumatizado. Muitas brincadeiras que na cabeça de uma criança, podem não ofender, na cabeça de outra, pode causar problemas muito complicados. Problemas dos quais nem imaginamos que poderia causar. E por vezes, os pais dessa criança problema, podem nem perceber a influencia de um fato assim na vida deles.

Além do bullying pessoalmente, agora a nova “febre” é o virtual, conhecido como cyberbullying, isso pode ocasionar problemas tão sérios quando o feito pessoalmente. Na internet as pessoas acreditam que tem a liberdade de falarem o que quiserem, justamente por estarem atrás de uma tela, e isso poder dar a possibilidade, se ser anônimos. Na realidade o anomimato ou não, é um fato que não importa muito. O que importa é que é tão errado, quando fazer esse tipo de ato pessoalmente.

As crianças precisam aprender desde cedo, que todo mundo tem a liberdade de ser como quiser. Usar o que quiser. E que ninguém tem nada com isso. Não adianta as crianças quererem mudar alguém, para poder ser amigos! Isso é errado. E tudo que é errado, quem precisa ensinar são os pais.

Crianças aprendem muito na escola, mas se tiverem uma boa base em casa, chegaram na escola para aprender um a mais. Nenhum professor é obrigado a ensinar o que os pais não ensinaram, não é esse o papel deles. Por isso tente ser o melhor que você puder para seus pequenos. Só assim eles serão seres humanos, e adultos que valem à pena conviver! E que você terá orgulho de dizer: eu eduquei. Eu tentei, errei, mas acertei.

Deixe o seu preconceito de lado, para que assim você possa ajudar o seu filho a ser alguém melhor, em uma sociedade cheia de pessoas, que adoram criticar os outros. Sejam uma família diferenciada, cheia de amor! De paz, e livre de preconceitos.

Jornalista, apreciadora de alguns mundos paralelos e pessoas diferenciadas. Escritora há pelo menos 10 anos. Com sonhos na cabeça e vontades de realizar. Gaúcha. No momento trabalha ajudando as pessoas a serem melhores tanto na parte física, quanto emocional. Com convicções muito concretas sobre a vida, e o amor. Ama as palavras, as letras e as pessoas. Pois acredita que cada um tem algo a ensinar.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!